Acerto

Só falta assinar a convenção do Shopping Pelotas

A assinatura deve ocorrer junto com a da área central da cidade

05 de Novembro de 2019 - 11h45 Corrigir A + A -

Por: Maria da Graça Marques
graca@diariopopular.com.br 

Aniversário. Inaugurado há seis anos, o empreendimento deve fechar a visitação de quatro milhões de pessoas em 2019. (Foto: Infocenter Paulo Rossi)

Aniversário. Inaugurado há seis anos, o empreendimento deve fechar a visitação de quatro milhões de pessoas em 2019. (Foto: Infocenter Paulo Rossi)

Aprovada, a convenção coletiva de trabalho do Shopping Pelotas aguarda apenas pela assinatura dos representantes dos sindicatos de patrões e empregados, explica o presidente do Sindicato do Comércio Varejista (Sindilojas) de Pelotas, Renzo Antonioli. A assinatura deve ocorrer junto com a da área central da cidade.

Inaugurado há seis anos, o Shopping Pelotas espera encerrar o ano de 2019 com o registro de um fluxo de quatro milhões de visitantes. Somente neste ano, foram instaladas 35 novas operações entre temporárias, lojas e quiosques. Atualmente, gera 2,1 mil empregos entre diretos e indiretos.

“Em 2020, esperamos a continuidade do crescimento e do desenvolvimento do shopping, inclusive com novidades para o primeiro trimestre, eventos de marketing e fortalecimento da cultura gaúcha e pelotense”, antecipa o gerente-geral Alex Rumbelsperger, ao traçar expectativas para o próximo ano. Mais sete operações devem ser inauguradas até o final de 2019.

Referência em opção de compras, lazer e entretenimento para pelotenses e moradores das cidades vizinhas, o Shopping Pelotas é administrado pela AD Shopping, presente em todas as regiões do país, com mais de 27 anos de experiência em planejamento, comercialização e gestão de shopping centers.

Salários e horários
Antonioli adiantou que ocorrerá assembleia dos empregados do comércio amanhã para aprovação da proposta patronal para o comércio da área central. “A assinatura, se tudo correr bem, sairá na quinta ou na sexta-feira”, prevê o presidente do Sindilojas. Para Lojas Havan, foi assinado acordo em separado, o que possibilitou a efetivação dos empregados selecionados nas vagas oferecidas.

Veja como devem ficar salários e horários de funcionamento, se a proposta for aceita

►O piso salarial tanto para os empregados do Shopping como para os da área central ficou em R$ 1.415,00. Os bônus pelos domingos trabalhados serão de R$ 80,00 e pelos feriados, de R$ 100,00.

►Quanto aos horários, as lojas do Shopping poderão funcionar diariamente das 8h às 22h e nos três dias anteriores ao Natal, até as 23h. Para as lojas da área central, o expediente apresentado na proposta a ser votada deve ir das 8h às 20h diariamente, inclusive aos domingos. Em dezembro, as lojas poderão permanecer abertas das 8h às 21h30min. Nas vésperas do Natal e do Ano-novo, até 18h e 17h, respectivamente, mas entre os dias 26 e 30, novamente até as 20h.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados