Encontro

Representante comercial em dia com o mercado

Nesta quinta-feira, o presidente do Core gaúcho, Roberto de Salvo, fará palestra a partir das 19h

18 de Julho de 2019 - 14h01 Corrigir A + A -

Por: Maria da Graça Marques
graca@diariopopular.com.br 

Atendimentos. Adriana Nery, assessora jurídica, veio preparar o trabalho. (Foto: Paulo Rossi - DP)

Atendimentos. Adriana Nery, assessora jurídica, veio preparar o trabalho. (Foto: Paulo Rossi - DP)

Mais que uma atividade de fiscalização, o Conselho Regional dos Representantes Comerciais (Core) gaúcho cumpre agenda de três dias em Pelotas, com visitas a empresas e orientações sobre a importância do registro dos profissionais da área e a contratação correta deles, amparados pela Lei do Representante Comercial. Na cidade ontem à tarde, a assessora jurídica do Core gaúcho, Adriana Nery, falou sobre a atividade do representante comercial, que é sempre autônomo, sem vínculo empregatício com a empresa representada, mas tem direitos assegurados através de contrato.
Pelo Projeto Fiscalização, anteriormente chamado de Core Itinerante, é o fornecido o registro de regularização do representante comercial perante o Core, exigência das empresas para a contratação de seus serviços. Em atividades como a realizada agora em Pelotas, em média, 25 profissionais da área procuram atendimento, explica Adriana. Muitas deles em busca de assessoria jurídica.
“No Rio Grande do Sul, existem 40 mil registros de representantes comerciais em atividade”, conta a assessoria jurídica do Core gaúcho. Na região de Pelotas, eles chegam a 1.250 - um número que varia, reconhece Adriana.
“O representante comercial tem que ter um planejamento, um perfil de vendas, às vezes, para atender a mais de uma empresa. Precisa conhecer aquilo que vai oferecer”, acrescenta a assessora jurídica, que avalia a internet como ferramenta para atrair novos clientes - e não para tirar o lugar do representante comercial tradicional.
“Tem que ser usada como ferramenta a seu favor”, explica, destacando que a internet deve ser usada pelo representante comercial para divulgar seu produto e associá-lo a uma marca. Sobre a crise econômica, Adriana diz que o representante comercial procura alternativas que viabilizem seu trabalho. “Ele não se acomoda”, conclui.

Palestra é  ponto alto será nesta quinta-feira
Com o tema Riscos aos direitos do representante comercial, o presidente do Core gaúcho, Roberto de Salvo, fará palestra nesta quinta-feira (18), a partir das 19h, na sala 9 do 7º andar do edifício Palácio do Comércio, sede da Associação Comercial de Pelotas (ACP), na rua 7 de Setembro, 272 - o mesmo local onde ocorrem os atendimentos também hoje e amanhã.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados