Pro alto

Procon encontra novo recorde em aumentos do cesto básico

Custo médio dos 51 produtos do cesto básico nos supermercados de Pelotas teve reajuste médio de 14,41% em abril, em comparação com março deste ano

04 de Maio de 2022 - 13h06 Corrigir A + A -

Por: Maria da Graça Marques
graca@diariopopular.com.br 

Na ração essencial de 13 produtos, o reajuste médio de abril foi de 6,38% (Foto: Carlos Queiroz - DP)

Na ração essencial de 13 produtos, o reajuste médio de abril foi de 6,38% (Foto: Carlos Queiroz - DP)

Com aumentos médios de 154,78% nos preço do alvejante e de 122,89% no valor do quilo da carne de frango, o custo médio dos 51 produtos do cesto básico nos supermercados de Pelotas teve reajuste médio de 14,41% em abril, em comparação com março deste ano, segundo levantamento feito pelo Procon Pelotas. Em abril de 2021, o aumento médio havia ficado em 1,22%. Anteriormente, o custo médio do cesto teve aumento recorde de 5,79% em março de 2022.

Na ração essencial de 13 produtos, o reajuste médio de abril foi de 6,38%. Em março, ele havia ficado em 2,45%. Seu custo na pesquisa do final do mês passado era de R$ 674,97 e o do cesto básico na mesma data era de R$ 1.395,59. de acordo com o levantamento do Procon local. O cesto básico deve atender a uma família de até quatro pessoas por um mês e a ração essencial atende a uma só pessoa, por igual período.

Maioria de altas
Ao justificar o índice tão elevado de aumento médio do custo do cesto básico no mês de abril, o coordenador executivo do Procon Pelotas, Enéias Clarindo, apontou 34 itens que sofreram reajustes nos preços nos supermercados da cidade - 14 deles acima de 20%. Sobre a carne de frango, que vem sendo alternativa de proteína animal para muitas famílias, ela não apareceu entre os maiores reajustes nos meses anteriores - apenas com queda de 7,75% em janeiro.

Principais variações:
Aumentos
Alvejante - 154,78%
Carne de frango - 122,89%
Bolacha recheada - 52,68%
Desodorante - 51,03%
Batata - 47,03%

Quedas
Linguiça fresca - 37,64%
Alface - 32,79%
Arroz - 24,32%
Sal - 21,20%

Estável
Cigarros


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados