Mercado

Oi começa a reabertura de lojas próprias no Sul

No Rio Grande Sul funcionam cinco lojas em Porto Alegre (três delas em shoppings), uma em Caxias do Sul, uma em Novo Hamburgo e a de Pelotas - todas localizadas nas áreas centrais de cada cidade

08 de Junho de 2020 - 10h45 Corrigir A + A -

Por: Maria da Graça Marques
graca@diariopopular.com.br 

Precaução. Em todas as lojas reabertas, os cuidados estão sendo tomados contra a transmissão do novo coronavírus. (Foto: Divulgação - DP)

Precaução. Em todas as lojas reabertas, os cuidados estão sendo tomados contra a transmissão do novo coronavírus. (Foto: Divulgação - DP)

A operadora Oi iniciou o plano de reabertura de suas lojas em todo o país, fechadas desde meados de março devido à pandemia do novo coronavírus, seguindo a liberação dos decretos públicos de cada governo local - entre elas, a de Pelotas.

Atualmente, de um total de 171 lojas próprias, 43 já funcionam, de acordo com critérios definidos pelo Ministério da Saúde. O processo gradual de reabertura começou em cidades da Região Sul do país - oito no Rio Grande do Sul, cinco em Santa Catarina e quatro no Paraná.

No Rio Grande Sul funcionam cinco lojas em Porto Alegre (três delas em shoppings), uma em Caxias do Sul, uma em Novo Hamburgo e a de Pelotas - todas localizadas nas áreas centrais de cada cidade.

Nos demais estados serão reabertas oito lojas em São Paulo, quatro no Distrito Federal, três em Minas Gerais, três em Mato Grosso do Sul, duas no Rio de Janeiro, duas no Maranhão, duas em Mato Grosso, uma no Espírito Santo e uma em Goiás.

As lojas abertas atendem especificamente às exigências de decretos de cada localidade, garantindo o fornecimento de equipamentos de proteção para os colaboradores, marcação dos espaçamentos físicos em lojas e nas filas de espera, com horários reduzidos e escalonamento das equipes de vendas.

Para conscientizar os clientes sobre a importância dos novos hábitos de higiene, a Oi preparou uma comunicação especial para as lojas com dicas sobre higienização e atitudes que deixarão os clientes mais protegidos.

Apesar de ser possível agendar o atendimento no site da Oi ou em totens nas próprias lojas, o agendamento não é obrigatório, divulga a operadora. O layout das lojas também foi atualizado para garantir a distância mínima entre os clientes e os colaboradores. Além disso, todos os vendedores receberam um kit de proteção, com máscara, álcool gel, flanela e borrifador para higienização da sua área de trabalho. 

Mensagens espalhadas nos pontos de vendas:
Agende atendimento, evite aglomeração, Diga Oi de longe, evite abraços, apertos de mão e beijos no rosto, Lave bem as mãos, use álcool gel e higienize seu celular, Use lenço descartável na hora de espirrar, Não compartilhe objetos de uso pessoal e, por último, Os 10 passos para lavar as mãos e se proteger do coronavírus são mensagens em totens e cartazes espalhados pelos pontos de venda.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados