Negócio

Novos empreendimentos no Complexo Itamarati

A localização é na área da zona norte da cidade, junto ao Complexo Hospitalar da Unimed

22 de Outubro de 2021 - 12h29 Corrigir A + A -

Por: Maria da Graça Marques
graca@diariopopular.com.br 

Está em construção
o segundo empreendimento,
o Home Flex, de apartamentos

Está em construção o segundo empreendimento, o Home Flex, de apartamentos

Sucessão. O construtor Rui Lucas com os filhos Rui Fernando e Anna Cristina na sede do Sicredi em Pelotas

Sucessão. O construtor Rui Lucas com os filhos Rui Fernando e Anna Cristina na sede do Sicredi em Pelotas

No começo da noite de quarta-feira, em evento na sede regional do Sicredi em Pelotas, o Complexo Itamarati apresentou seus novos empreendimentos: o Centro de Saúde EKo II e o Home Flex, ambos em construção e comercialização e também o Reserva Gold e o República 140, que estão em fase de aprovações dos projetos. Juntamente com o Eko I, a previsão é que os cinco empreendimentos estejam totalmente construídos e em operação até 2025, segundo o construtor Rui Lucas.

A região é privilegiada, no epicentro da área geográfica da cidade, como destaca Lucas, e por estar com uma localização em que as atividades ligadas à saúde e ao bem estar estão sendo priorizadas, inicialmente com a construção da sede da Unimed Pelotas já concretizada e os novos futuros empreendimentos voltados aos cuidados e também à moradia da terceira idade.

Recorda Lucas que a ocupação daquela área de 140 mil metros quadrados, a partir da aquisição inicialmente de terreno da família de Ermindo Tim, foi um trabalho iniciado há 17 anos, que acabou transformando não só a paisagem como também as operações comerciais no local. Tudo começou com o Residencial Esperança, que deu origem à construção da sede da Toyota e do Posto BR e de 46 casas de alto padrão, em sete hectares iniciais.

Hoje, Lucas diz que seu sentimento ao recordar desta trajetória é de muita gratidão. “Eu estou vendo o projeto sendo realizado. A vida na área desabrochando. Nós fomos os pioneiros”, lembra. Com as negociações que se sucederam foram se definindo as características da área, voltadas para atender as questões da saúde. Sua empresa foi a contratada para construir a primeira etapa do Complexo Hospitalar da Unimed, em área de quatro hectares.

Sucessão familiar

A empresa familiar, que deu origem a este projeto, tem 37 anos de existência e está passando para a administração da segunda geração. O filho Rui Fernando Lucas e a filha Anna Cristina Lucas Souza estão na liderança do negócio - ele como responsável pela área industrial; ela pela administrativa e financeira das empresas que foram originadas ao longo do tempo. Hoje, Rui e a esposa e sócia Marísia Lucas participam como coordenadores e supervisores de novos negócios.

Bem familiarizados com as atividades da empresa, Rui Fernando e Anna Cristina começaram a trabalhar bem cedo com os pais. Engenheiro civil, ele já havia optado pela área da construção, quando escolheu o curso de edificações na antiga Escola Técnica Federal de Pelotas (ETFPel). Fazia projetos para Postos Ipiranga e Companhia Riograndense de Telecominicações (CRT). “Sempre tive uma propensão para a área técnica, desenvolver soluções”, diz ele, que fez estágio na Europa, voltado para atender à área da Saúde.

Anna Cristina sempre participou da área administrativa, o que a fez escolher os cursos de Administração e depois de Contabilidade e de Controladoria. Sempre foi ela a encarregada da contabilidade da empresa, que era feita lá mesmo, conta ela.

Em evento para duas centenas de convidados, tendo por local o auditório da sede regional do Sicredi em Pelotas, Rui Lucas fez a apresentação dos novos empreendimentos, mas também os agradecimentos a todos aqueles que contribuíram para o êxito de cada um deles.

Não esqueceu de enaltecer o local escolhido para o evento - “esta bela obra, deste auditório e sua estrutura de apoio” - e também de destacar a presença daqueles que aceitaram o convite para prestigiar a programação, que teve duas palestras: uma sobre Marketing para área da saúde, a cargo de Guilherme Moura e outra sobre Cenário econômico e perspectivas, com Jonas Venturini. A finalização ficou a cargo do chef Jean Rodrigues, com uma experiência gastronômica.

“Hoje é um dia muito especial para mim, e será de muitos agradecimentos....”, iniciou Lucas, citando Deus e a família (esposa Marísia e os filhos Rui Fernando e Anna Cristina) - “pelo trabalho realizado nesta caminhada de 37 anos de muito trabalho dedicado as empresas da família...” Destacou também as parcerias com a família Tim, a Unimed, a família Brod, a Escola Mario Quintana, ao Bairro Quartier e à prefeitura de Pelotas - “cidade onde hoje, após 17 anos de muito trabalho, mudamos a foto de uma área de aproximadamente 14 hectares, que está localizada no epicentro da área geográfica da nossa cidade, onde esta história iniciou”.

Breve linha do tempo:

“Em 2004, nossa empresa firmou contrato com a Família do Ermindo Tim, iniciando a aprovação e a construção, que deu origem a 52 lotes, onde foi construído o prédio da Toyota, o Posto BR e mais 46 casas de alto padrão, em sete hectares”.

“Em 2012, nossa empresa foi contratada pela Unimed para iniciar a construção da primeira etapa do seu complexo hospitalar, em quatro hectares”.

“Em 2014, nossa empresa firmou contrato com a família Brod, para aprovação e construção do Bairro Itamarati, que deu origem a mais 52 lotes, em três hectares”.

“Em 2016, nossa empresa iniciou a construção do primeiro projeto do Complexo Itamarati, denominado de Centro de Saúde EKO I”.

“Hoje, em 2021, estamos aqui apresentando os cinco projetos do Complexo Itamarati, onde já tem um projeto em operação, dois em comercialização e construção e mais dois em aprovação, tendo a previsão de estarem totalmente concluídos e em operação até 2025”.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados