Assembleia

Nova proposta de convenção vai para apreciação dos patrões

Impasse sobre os horários de funcionamento do comércio na cidade continua

10 de Outubro de 2019 - 21h00 Corrigir A + A -

Por: Maria da Graça Marques
graca@diariopopular.com.br 

Impasse foi mantido pelo comércio da área central, justifica o vice-presidente Célio Vieira (Foto: Paulo Rossi - DP)

Impasse foi mantido pelo comércio da área central, justifica o vice-presidente Célio Vieira (Foto: Paulo Rossi - DP)

Com a rejeição da proposta de convenção coletiva de trabalho apresentada pelo Sindicato do Comércio Varejista (Sindilojas) de Pelotas ao Sindicato dos Empregados do Comércio de Pelotas (Secpel), permanece o impasse sobre os horários de funcionamento do comércio na cidade, incluindo o Shopping Pelotas e a futura loja da Havan, em construção em área locada do Jockey Club de Pelotas.

Nesta quinta-feira (10), o vice- presidente do Secpel, Célio Vieira, informou que nova proposta será encaminhada ao Sindilojas, possivelmente ainda nesta sexta, com horários diferenciados de funcionamento das lojas na área central da cidade, que deve ser mantido das 8h às 20h, mas contemplando apenas a abertura nos domingos que antecederem aos feriados comemorativos. “O pessoal do centro não quer abrir”, justificou Vieira.

Os avanços salariais, no entanto, foram aprovados, com o piso único de R$ 1.415,00 e bônus de R$ 80,00 e R$ 100,00 por domingos e feriados trabalhados, informou Vieira, que respondeu pelo Secpel durante entrevista, por afastamento do presidente José Luiz Porto Ferreira pelo prazo de dez dias para tratamento de saúde, embora não confirmado oficialmente.

Para a Havan, a saída deve ser mesmo um acordo em separado, realizado diretamente com o Secpel, adianta o diretor de Recursos Humanos, Aurélio Paduano. A proposta é de que o funcionamento da loja, diariamente, seja das 9h às 22h, inclusive em domingos e feriados, preservados os dias 25 de dezembro, Dia de Natal; 1º de janeiro, Ano-novo e 1º de Maio, Dia do Trabalho.

Segundo Paduado, a expectativa da diretoria da Havan é resolver a questão até este final de semana. As obras no local da loja continuam e a inauguração, inicialmente marcada para o dia 9 de novembro, foi antecipada para dia 2 pelo proprietário Luciano Hang. A primeira turma de 80 funcionários está selecionada, mas precisa fazer a chamada integração à empresa para entrar em treinamento.

Abre ou não abre?
Sem convenção coletiva, o comércio varejista pelotense não pode funcionar nos feriados, inclusive nesta sexta-feira, Dia de Nossa Senhora Aparecida, seguindo a Lei 2.101, informou Vieira, que espera ainda hoje resolver o impasse. Mesmo sem a convenção assinada, se houver acordo com o Sindilojas, o vice-presidente do Secpel acredita que Shopping Pelotas funcionará nesta sexta em horário de domingo, como o determinado na convenção anterior. Será uma medida retroativa, explicou Vieira.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados