Oportunidade

Negociação de dívidas já é sucesso junto ao SPC

O fluxo médio de atendimentos diários chega a 25 a 30 junto ao Posto de Atendimento do Serviço de Proteção ao Crédito

01 de Novembro de 2019 - 12h03 Corrigir A + A -

Por: Maria da Graça Marques
graca@diariopopular.com.br 

Procura. Movimento diário de interessados em limpar o nome é constante no Posto de Consulta. (Foto: Jô Folha - DP)

Procura. Movimento diário de interessados em limpar o nome é constante no Posto de Consulta. (Foto: Jô Folha - DP)

Cupom. Relação das dívidas é repassada pelo SPC ao consumidor, que depois deve procurar cada loja para renegociar. (Foto: Jô Folha - DP)

Cupom. Relação das dívidas é repassada pelo SPC ao consumidor, que depois deve procurar cada loja para renegociar. (Foto: Jô Folha - DP)

Um fluxo médio de 25 a 30 atendimentos diários junto ao Posto de Atendimento do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC), que funciona junto à antiga sede da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Pelotas, mostra que os consumidores estão querendo negociar suas dívidas, faltando menos de dois meses para o Natal.

Na segunda-feira, o primeiro dia do Feirão Dívida Zero, foram atendidos mais de 40 consumidores em busca da negociação, explica o gerente comercial da CDL de Pelotas, Carlos Eduardo Amaral. Foi o melhor dia, na avaliação de Amaral, que contabiliza adesões de lojistas da cidade e também das grandes redes de fora.

Aos lojistas interessados, diz que as adesões ainda podem ser feitas, ao custo de R$ 80,00 em pagamento único ou em duas parcelas de R$ 50,00, com a cobrança na fatura do associado. Todos os associados receberam mala direta sobre o Feirão Dívida Zero, mas as dúvidas podem ser tiradas através do site www.feiraozerodivida.com.br ou pelo telefone 3284-8670.

Segundo o gerente Itamar Vaz, os clientes têm procurado a loja para renegociar suas dívidas, mas os cálculos são feitos pela matriz. “Sempre bem atrativos. Às vezes, são clientes bons, que se apertaram”, diz Vaz. “A maioria faz reparcelamento. Poucos pagam à vista”, completa.

Como negociar?
Para iniciar, o consumidor inadimplente deve ir no Posto de Consulta do SPC, na rua Félix da Cunha, 765, portando o número do CPF. No local, receberá a relação das dívidas existentes.

Em passo seguinte, deve comparecer na empresa para qual deve, apresentar o cupom fornecido pelo SPC, onde negociará a dívida, buscando condições especiais para o pagamento.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados