Recuperação

Meirelles comemora inflação abaixo da meta

Presidente do Banco Central destacou também que as taxas de juros no mercado a termo, que são mais importantes para a atividade econômica, estão em níveis historicamente baixos

17 de Setembro de 2009 - 08h30 Corrigir A + A -

Por: Redação
web@diariopopular.com.br

O presidente do Banco Central (BC), Henrique Meirelles, comemorou o fato de a inflação em 12 meses encerrados em agosto estar em 4,36%, abaixo, portanto, do centro da meta de 4,5% para 2009. Ele destacou também que nos últimos anos a inflação tem "orbitado ao redor da meta". "Em 2008, o BC talvez tenha sido um dos únicos a entregar inflação na meta ao redor do mundo", afirmou Meirelles, que participa de audiência pública em diversas comissões no Congresso.

Meirelles destacou também que as taxas de juros no mercado a termo, que são mais importantes para a atividade econômica, estão em níveis historicamente baixos e ressaltou também que o juro real (descontada a inflação) está em 4,8%, na mínima histórica, o que tem efeito positivo de reduzir o custo de carregamento da dívida pública.

No início de sua apresentação, o presidente do BC descreveu o resultado do órgão no primeiro semestre, que foi negativo em R$ 941 milhões, sem considerar os ajustes cambiais, mas lembrou que no período de julho e agosto o resultado entrou no terreno positivo. Ao iniciar sua apresentação, Meirelles tentou ver o lado positivo e disse que isso significa que a política monetária não é mais um problema e que os parlamentares estão preocupados com outras questões.

Com informações da Agência Estado
 


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados