Seleção

Mais de mil candidatos para as 150 vagas da Havan

Fila na agência do Sine tomou conta de várias quadras no Centro de Pelotas nesta segunda-feira

19 de Agosto de 2019 - 23h19 Corrigir A + A -

Por: Maria da Graça Marques
graca@diariopopular.com.br 

Primeiro atendimento, palestra sobre a Havan e entrevista inicial foram feitos na sede do Sine (Foto: Carlos Queiroz - DP)

Primeiro atendimento, palestra sobre a Havan e entrevista inicial foram feitos na sede do Sine (Foto: Carlos Queiroz - DP)

Recrutadora da empresa, Roselaine Bataglim, veio conversar com cada candidato indicado pelo Sine (Foto: Carlos Queiroz - DP)

Recrutadora da empresa, Roselaine Bataglim, veio conversar com cada candidato indicado pelo Sine (Foto: Carlos Queiroz - DP)

Trabalho de preparação da área locada do Jockey continua e a inauguração está marcada para o dia 8 de novembro (Foto: Carlos Queiroz - DP)

Trabalho de preparação da área locada do Jockey continua e a inauguração está marcada para o dia 8 de novembro (Foto: Carlos Queiroz - DP)

Filas extensas, formadas desde o início da madrugada de segunda-feira (19), chamaram a atenção junto à sede do Sistema Nacional de Emprego (Sine), que recebeu desde sexta-feira os currículos dos interessados em uma das 150 vagas de trabalho na filial de Lojas Havan em Pelotas. A inauguração ocorrerá em 9 de novembro.

Ao todo, mais de mil candidatos a elas estiveram no local, segundo o coordenador do Sine, Glauber Bürkle - 800 apenas na segunda-feira. A partir desta terça, não ocorrerá mais o atendimento para encaminhado dos currículos, comunicou Bürkle.

“Os encaminhamentos para a realização da entrevista da Loja Havan já foram encerradas”, diz a nota. Nesta segunda, 80% do público que procurou o Sine estava interessado em uma vaga de emprego na Havan, explicou o coordenador.

Após a triagem feita pelos atendentes do Sine, quando era observada a exigência de Segundo Grau completo, os selecionados foram encaminhados para apresentação coletiva sobre a Havan. Só então, foi a hora da entrevista individual com a analista de Recrutamento e Seleção da Havan, Roselaine Bataglim.

Nova entrevista individual ocorrerá após 20 de setembro, quando serão selecionados aqueles que farão o treinamento de 15 dias em outra filial da rede e atuarão como multiplicadores para os demais funcionários da loja em Pelotas. O gerente e os líderes de setor virão de outras filiais, conta Roselaine.

Priscila Souza, de 27 anos, moradora no bairro Fragata, foi ao Sine em busca de uma vaga de visual merchandising. Formada em Comunicação Visual e Gestão em Cooperativa, Priscila confessa ter pouca experiência, embora se considere muito qualificada para a função. Sua pretensão é crescer na Havan.

Com 20 anos de carteira assinada, mas desempregado há um mês, Leandro Bento, de 38 anos, morador no Centro, não quer perder tempo. Formado em Processos Gerenciais pela Universidade Federal de Pelotas (UFPel), busca uma vaga administrativa ou similar. “Eu preciso trabalhar imediantamente”, diz Bento.

Desempregada há dois anos, Janaína Kereski, aos 37 anos, lamenta que, muitas vezes, sejam contratados funcionários mais novos, mas sem experiência. “Trabalhei muito tempo com atendimento interno”, conta a moradora do bairro Areal, interessada em uma vaga de vendedora.

Vários currículos também foram entregues na obra da avenida Salgado Filho, em área locada do Jockey Club Pelotas, que precisa estar pronta para a inauguração. Todos os currículos serão entregues, agora, para a recrutadora.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados