Hora de aproveitar

Estratégias de começo de ano para atrair os consumidores

Sindilojas adianta que este ano não haverá o tradicional Liquida Pelotas

21 de Janeiro de 2020 - 12h05 Corrigir A + A -

Por: Maria da Graça Marques
graca@diariopopular.com.br 

Vendas. As temperaturas elevadas, no entanto, mantiveram os clientes longe das promoções. (Foto: Jô Folha - DP)

Vendas. As temperaturas elevadas, no entanto, mantiveram os clientes longe das promoções. (Foto: Jô Folha - DP)

Liquidação, promoção e saldão de estoques têm em comum mais que a rima final. Mas principalmente o objetivo de fazer caixa para os lojistas, em um período de vendas baixas, e abrir espaço para as novas coleções que começarão a chegar a partir da primeira quinzena de fevereiro.

“As grandes redes estão mais agressivas”, diz o presidente do Sindicato do Comércio Varejista (Sindilojas) de Pelotas, Renzo Antonioli. São as filiais de redes nacionais que receberão as coleções de meia-estação já no próximo mês e as de inverno logo depois, explica o líder varejista. “As pequenas ainda estão bastante tímidas”, completa Antonioli, adiantando que para essas, as coleções para as próximas estações chegarão apenas a partir de março. Os resultados das vendas do Natal ainda estão mantendo seus negócios e existe o temor de que fiquem sem estoques para atender os clientes até lá, adianta o presidente.

Estoques menores para o último final de ano e vendas melhores para o Natal, principalmente, exigem cuidado dos lojistas pequenos para a hora de fazerem suas liquidações. “Agora, as promoções precisam ser muito bem administradas”, alerta Antonioli, que acredita que elas virão com mais força apenas no começo do mês de fevereiro.

As franquias, exemplica o presidente, acabam antecipando as promoções, seguindo o que determinam os marcas administradas pelos franqueadores. Um exemplo é o das franquias de calçados, que receberão as próximas coleções já nas próximas semanas e começarão a trazer as novidades para as vitrines.

Na primeira liquidação do ano, os calçados são das coleções de verão e a extratégia é de oferecer as mercadorias com determinadas faixas de preços, a partir de R$ 79,00, conta a vendedora Caroline Goularte. A liquidação começou junto com a segunda quinzena deste mês e se estenderá enquanto houver estoque nas lojas da rede regional.

Tradição rompida
Muitas são as indagações sobre uma nova edição da tradicional promoção anual Liquida Pelotas, realizada neste período. “Não será realizada neste ano”, diz Antonioli. “Faltam patrocinadores”, completa o presidente. “O Sindilojas vinha tomando prejuízo”, conta o líder lojista, lembrando que por sete ou oito anos a entidade conseguiu patrocínios para a promoção, que reunia os lojistas dentro de uma atividade conjunta, com divulgação através de material promocional próprio, com os custos compartilhados. Nas últimas edições, até mesmo as adesões eram poucas, confirma o presidente.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados