Programação

Eduardo Leite encerra 4º Fórum Gaúcho de Desenvolvimento Econômico

Governador do Rio Grande do Sul participou do evento no Litoral Norte

27 de Janeiro de 2022 - 23h59 Corrigir A + A -
Leite falou sobre as dívidas quitadas pelo governo. (Foto: Itamar Aguiar - Palácio Piratini)

Leite falou sobre as dívidas quitadas pelo governo. (Foto: Itamar Aguiar - Palácio Piratini)

O governador Eduardo Leite (PSDB) participou, no fim da tarde desta quinta-feira (27), do 4° Fórum Gaúcho de Desenvolvimento Econômico, em Atlântida, no Litoral Norte. O evento também contou com a participação do vice-governador Ranolfo Vieira Júnior (PSDB), do secretário de Desenvolvimento Econômico, Edson Brum, e do procurador-geral do Estado, Eduardo Cunha da Costa.

“O que eu divido com vocês aqui é que o RS tomou uma decisão de fazer enfrentamento de problemas estruturais. As dívidas de curto prazo estão resolvidas. Em janeiro de 2019, tínhamos R$ 1,1 bilhão em passivos só na área da saúde. Ao privatizarmos a CEEE, viabilizamos o pagamento do ICMS aos municípios, o que não era feito. Xangri-lá recebeu R$ 1,1 milhão, e a região do litoral, R$ 23 milhões com esse processo. Colocamos os salários dos servidores em dia, o 13° em dia, e estamos planejando investimentos: anunciamos, desde o segundo semestre de 2021, R$ 5,3 bilhões em investimentos em áreas estratégicas no programa Avançar, que serão aplicados até o fim de 2022. Viramos o jogo no RS”, detalhou Leite, ao traçar um panorama dos primeiros três anos da gestão.

O Fórum Gaúcho do Desenvolvimento Econômico, promovido desde 2018 pela Rede Pampa, é fruto de uma série de outras ações do grupo em prol de avanços para o Estado.

“O Fórum Gaúcho do Desenvolvimento Econômico faz parte de um todo que se chama Projeto RS Sustentável, que completa 11 anos. Nesses 11 anos, já realizamos 21 eventos entre seminários e encontros. Promovemos também premiações. Então, são quatro fóruns, mas tem todo um aparato atrás para chegar nesse momento dos Fóruns de Desenvolvimento”, disse o vice-presidente da Rede Pampa, Paulo Sérgio Pinto.

Oportunidades e financiamentos foi o tema deste ano, com foco nas discussões sobre o 5G, os desafios da agropecuária em 2022, o desenvolvimento da infraestrutura e o papel dos bancos. O fórum foi uma oportunidade para debater o progresso com especialistas junto à sociedade.

“É uma oportunidade para reunir líderes do Estado e discutir aquilo que já foi feito, para que a equipe do governo possa prestar contas daquilo que se fez, da situação em que estamos e para onde queremos ir. É um fórum muito oportuno, que sempre gera bom debates”, disse o governador.

Também convidado a palestrar, o secretário Edson Brum detalhou o Avançar no Desenvolvimento Econômico. O Estado fará o investimento de R$ 100 milhões com recursos do Tesouro na forma de subsídio de juros em operações de crédito para microempreendedores individuais, microempresas e empresas de pequeno porte. O programa viabilizará que até R$ 600 milhões sejam financiados pelo Badesul Desenvolvimento S.A. – Agência de Fomento e pelo Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), com juros pagos pelo Estado.

Também estiveram presentes os presidentes do Banrisul, Cláudio Coutinho, e do Badesul, Jeanette Lontra, deputados estaduais e federais e dirigentes de entidades comerciais e industriais.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados