Procultura

Uma homenagem a Berê Fuhro Souto

Marquinho Brasil e Leonardo Oxley gravam neste sábado, na BPP

03 de Dezembro de 2020 - 10h52 Corrigir A + A -

Por: Ana Cláudia Dias
anacl@diariopopular.com.br 

Brasil era um dos mais assíduos músicos das jams  (Foto: Divulgação - DP)

Brasil era um dos mais assíduos músicos das jams (Foto: Divulgação - DP)

Ocorre neste sábado (5), a partir das 18h, a gravação do DVD Sentimentos, de Marquinho Brasil, com participação do músico e maestro Leonardo Oxley. O projeto, financiado pelo Procultura de Pelotas, ocorrerá na Bibliotheca Pública Pelotense.

Sentimentos presta uma homenagem à bailarina, coreógrafa e produtora cultural Berê Fuhro Souto, que morreu em 2017. Berê era uma grande incentivadora da arte no município e de novos talentos, de uma forma humana e sem preconceitos. Admiradora do trabalho de Marquinho Brasil o convidou para participar de uma jam session de dança e música que ela estava organizando.

O quer poderia ser só um evento se tornou uma parceria, que começou em 2005 e foi até 2015, dois anos antes da morte dela, vítima de câncer. Sobre a coreógrafa o músico fala com respeito, admiração e saudade. "Eu não tinha um contato diário com a Berê, mas a gente tinha um elo muito forte de pensamentos e sentimentos. Ela confiava muito em mim eu eu confiava muito nela", conta.

A escolha pela Bibliotheca como palco desse DVD é também relacionada essas, isto porque boa parte destes encontros ocorreram na BPP, relembra o músico. "Mas eu comecei nas jams antes disso."
A sintonia entre os dois era tanta que Berê deu ao cantor e compositor a responsabilidade de convidar outros músicos. Foi assim que Leonardo Oxley passou a integrar as jams.

Para estes encontros Marquinho Brasil levava suas composições, na maioria das vezes apenas a melodia, que ganhava novos contornos com o improviso. "Tudo era próprio ou uma adaptação na hora", diz. Mas nem sempre as músicas eram finalizadas nas jams, porém de lá saíram muitas ideias para composições.

Para o DVD, os músicos vão levar essas composições que passaram por aqueles encontros. "As músicas que vão ser apresentadas no sábado são inéditas, apenas Cascata não é." Ela já foi gravada e está no disco Real e Abstrato (2002).

Alteração no roteiro

Por causa da pandemia de Covid-19 o projeto teve de ser adaptado ao momento, seguindo todos os protocolos de segurança sanitária. "Estamos com todos os cuidados para a gente conseguir fazer com segurança."

Uma das adaptações foi o corte no número de bailarinos convidados. No projeto inicial era 10, agora serão cinco: Aline Hadler, Cristiane Oliveira, Luana Nebel, Eduarda Figueiredo e Bruna Oliveira. Segundo o músico, elas foram convidadas não só por terem participado das jams, mas também por terem tido uma convivência de amizade com a homenageada.

Outra referência aos eventos é a ambientação, toda a produção vai lembrar aqueles encontros. "Com frutas, com ervas, velas e incensos, como ela gostava de fazer. Também vamos demarcar um círculo com pétalas de rosas para as bailarinas fazerem suas performances dentro deste círculo e não terem contato uns com os outros."

Mesmo diante dessa limitação, Marquinho Brasil está feliz em fazer essa homenagem. "A gente precisa manter viva a memória dessa pessoa tão importante para nós. Através desse projeto as pessoas vão conseguir enxergar um pouco da Berê", comenta.

A gravação na Biblioteca Pública Pelotense será finalizada em estúdio de sonorização profissional local. O DVD será disponibilizado na Internet, através de canal do YouTube e em Fanpage no Facebook, exclusivamente criados para proporcionar, gratuitamente, o maior e mais amplo acesso para o público de todas as regiões do país, conforme o projeto.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados