Literatura

Um retorno às memórias de Madri

Escritora e jornalista Joice Lima relança o terceiro livro da carreira

30 de Julho de 2020 - 11h03 Corrigir A + A -

Por: Ana Cláudia Dias
anacl@diariopopular.com.br 

Nova edição manteve ilustrações de Sandro Andrade (Foto: Divulgação - DP)

Nova edição manteve ilustrações de Sandro Andrade (Foto: Divulgação - DP)

Autora queria ir para Londres, mas acabou morando em Madri (Foto: Gabriel Huth - DP)

Autora queria ir para Londres, mas acabou morando em Madri (Foto: Gabriel Huth - DP)

Lançado em 2008 o terceiro livro da escritora pelotense Joice Lima acaba de ganhar nova edição. A obra autobiográfica Uma gaúcha em Madri tem uma capa renovada, com arte da designer Mariana Valente e revisão ortográfica de Luísa Meirelles. A impressão é da D7 Livros.

Uma gaúcha em Madri refaz um ano da vida da escritora, entre 1993 e 1994, quando ela tinha 23 anos. Um período intenso e muito aventureiro, como ela mesma diz, que deixou um legado frutífero.

Escrita em primeira pessoa a obra expõe os acontecimentos que a levaram a residir na Espanha por um ano. De forma leve e coloquial ela chega ao leitor como uma conhecida que faz aquele relato de viagem emocionante. Aos leitores ela entrega, além de pormenores da própria vida, um pouco de cultural geral, como os costumes espanhóis e como era a imigração naquela época.

Joice conta que na década de 90 viajar para a Europa era ainda um grande acontecimento restrito a privilegiados. "Tinha que ter dinheiro e eu não tinha", relembra.

Recém graduada em Jornalismo e com um estágio em uma empresa de comunicação, Joice se aventurou mesmo assim. Sem recursos extras, ela vendeu um carro, uma Brasília, um videocassete e juntou as economias dos tempos de estagiária para comprar as passagens de ida e volta ao continente europeu.

Mas ela admite que a intenção não era voltar tão cedo. E o destino era mesmo Madri? Não, era a Inglaterra, mas a passagem de retorno era pela capital espanhola.

E é na obra que ela conta como e o porquê foi parar lá. O relato também não deixa de lado o motivo de tanto desprendimento, o amor, claro. "Tem romance também. Fui buscar um amor e acabei encontrando outro", fala.

"Esse livro foi uma maneira que encontrei de eternizar essas memórias para que não se perdesse. Agora tá tudo ali. É um livro de viagem, de aventura", explica. Um inesquecível ano condensado em 20 capítulos, cada um deles com uma ilustração do ilustrador e quadrinista Sandro Andrade, também autor do desenho da capa, além do prólogo e do epílogo.

Outras obras

Com uma tiragem pequena na primeira edição, o livro estava esgotado há algum tempo. No ano passado ainda foram impressos alguns para a feira Festim de Maio, evento promovido pelo Coletivo de Autores Pelotenses, do qual Joice é uma das mentoras.

Mesmo assim os pedidos de nova edição sempre surgem, o que motivou a escritora a reeditar. A obra pode ser comprada diretamente com Joice ao preço de R$24,00 mais o frete para envios pelos Correios. Em Pelotas a própria autora entrega no domicílio do comprador.

Mas não foi só para atender aos interessados que Joice reeditou a obra. "Como eu mergulhei nessa vida de escritora, quero ter esse livro sempre. Aliás eu quero ter todos."

Em busca de realizar esse desejo a autora prepara para este ano ainda o relançamento da peça Depois do happy ending, seu segundo livro. Também deve sair até o final do ano um só de dramaturgia reunindo as peças teatrais que Joice escreveu. Para o início de 2021, ela lançará um novo romance.

Paralelamente ela começa um trabalho na área de editoração, orientando novos escritores e revisando suas obras. "Quero ajudar na edição do livro. Tem muitas coisas que com um pouco de orientação aumenta muito a qualidade da obra."

Serviço

O quê: relançamento do livro Uma gaúcha em Madri, de Joice Lima

Quanto: R$24,00 (para envios frete a combinar)

Contatos: @joicelimaescritora (Facebook)

 


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados