Cineflix

Um dom para o bem

Filme "Divaldo - O mensageiro da paz" acompanha a vida do médium desde a infância até a fase adulta

12 de Setembro de 2019 - 13h00 Corrigir A + A -
Elenco conta com Bruno Garcia, Marcos Veras e Regiane Alves (Foto: Divulgação - DP)

Elenco conta com Bruno Garcia, Marcos Veras e Regiane Alves (Foto: Divulgação - DP)

Chico Xavier, Bezerra de Menezes, Edir Macedo e, mais recentemente, Alan Kardec são figuras nacionais associadas à prática religiosa que tiveram suas histórias levadas às telas do cinema. A partir desta quinta-feira (12), a biografia do humanista, filantropo, escritor, médium, professor e um dos líderes da doutrina espírita no país, Divaldo Franco, poderá ser assistida no longa-metragem Divaldo - O mensageiro da paz, dirigido por Clóvis Mello.

A produção acompanha a infância, a juventudade e a fase adulta do baiano responsável por desenvolver inúmeras atribuições tanto no campo da religião quanto no assistencialismo. Sua jornada inicia quando, ainda criança, descobre que pode conversar com espíritos, sofrendo rejeição dos colegas de classe e do próprio pai. Na adolescência, muda-se para Salvador e passa a compreender melhor a sua mediunidade, ao mesmo tempo que desenvolve vocação para ajudar os mais necessitados.

Adulto, Franco fundou em 1952 a instituição Mansão do Caminho, que inicialmente ajudou crianças da periferia. Nas últimas décadas, o projeto ampliou sua contribuição ao atender pessoas de baixa renda com ensino integral e alimentação diária.

Ao total, o médium publicou mais de 250 livros psicografados, obtendo oito milhões de exemplares vendidos em todo mundo. Nas obras, aparecem 211 autores espirituais, com destaque para Joanna de Ângelis, que surge no filme na pele da atriz Regiane Alves. Suas mensagens foram reunidas em inúmeras publicações.

Ao lado de Chico Xavier, Divaldo Franco é considerado um dos pilares da doutrina espírita no Brasil. Ele também desenvolve um trabalho na divulgação de suas crenças em âmbito internacional. Já percorreu mais de 50 países enquanto orador. Em tela, os atores Ghilherme Lobo e Bruno Garcia interpretam o homenageado.

Duração: 118 minutos
Classificação: livre

Sala 1 - Às 14h, 16h30min, 19h10min e 21h40min


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados