Lado positivo

Tempo também para aprender

Período de isolamento pode servir para aprender um novo idioma

30 de Março de 2020 - 13h00 Corrigir A + A -
Aplicativo Duolingo é opção para quem quer se introduzir em um novo idioma (Foto: Divulgação - DP)

Aplicativo Duolingo é opção para quem quer se introduzir em um novo idioma (Foto: Divulgação - DP)

O isolamento social, recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS) durante a pandemia do novo coronavírus, é momento ideal para aprender coisas novas. Um idioma, por exemplo. O aplicativo Duolingo, assim como outros sites, é uma opção prática e gratuita para quem optar pelo conhecimento nesse período.

O Duolingo foi criado em 2012, nos Estados Unidos, como uma plataforma de ensino de idiomas que compreende site, aplicativo para Android, Windows Phone e iOS e também um exame de proficiência digital. Em 2016, quatro anos após o surgimento, a iniciativa já contava com 120 milhões de usuários cadastrados. Em junho de 2019 o número mais que havia dobrado: eram 300 milhões de pessoas utilizando o mecanismo. 

O método é caracterizado por lições fragmentadas e repetição, pelas quais o usuário fixa o conteúdo que compreende vários níveis e aborda escrita, leitura e, em menor ênfase, a pronúncia. Conforme o progresso, o “aluno” evolui em uma árvore de habilidades. Desde 2013, existe também um ranking estimulando a interação entre os usuários e, por consequência, a permanência deles nos cursos. Atualmente, para usuários de língua portuguesa, são oferecidos os idiomas  inglês, espanhol, francês, alemão, italiano e esperanto.

A pelotense Isis Lamas, de 24 anos, foi recentemente aprovada no curso de Design Gráfico da Universidade Federal de Pelotas (UFPel). Após os primeiros dias de curso, porém, as aulas foram suspensas em virtude da pandemia. Mas ela optou por não ficar parada: através do Duolingo, começou a aprender um novo idioma, o francês. 

“As lições são curtas e bem didáticas, não é aquela coisa maçante do livrinho de curso e sem a pressão da cobrança de professor”, comenta. “Ao mesmo tempo eu sinto dificuldade em manter as lições na rotina diária, já que é fácil deixar pra depois e esquecer de fazer”, pondera. Isis, que já possui graduação em Cinema e Audiovisual, tem aproveitado o tempo em casa também para fazer cursos voltados à área de atuação.

Outras opções

Além do Duolingo, existem diversas outras possibilidades de cursos gratuitos de idiomas online, para os mais diferentes níveis. Confira uma lista delas:

- Learn English Online

O site oferece de graça mais de 56 lições, do nível inicial ao intermediário, bem como dicas de pronúncia. A plataforma possui ainda um fórum, possibilitando a conversação entre os usuários.

Acesse: http://www.learn-english-online.org/

 

- Livemocha

Para quem quer aprender o nosso idioma vizinho, o site Livemocha é uma ótima opção. Voltado também aos níveis inicial e intermediário, ele é voltado ao espanhol falado no México - mas o site garante que as diferenças são pequenas.

Acesse: http://livemocha.com/pages/languages/spanish/

- Busuu

Através de um simples cadastro, o Busuu oferece exercícios, conversação, testes e outros materiais em cursos de diversos idiomas. Alemão, turco, árabe, italiano, japonês, francês, polonês, russo e espanhol.

Acesse: https://www.busuu.com


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados