Erudito

Projeto traz pianista norte-americana a Pelotas

Série Intérpretes em Foco se inicia hoje, às 19h30min, com recital de Asami Hagiwara, professora da Universidade de Minnesota

02 de Julho de 2019 - 13h02 Corrigir A + A -

Por: Ana Cláudia Dias
anacl@diariopopular.com.br 

Instrumentista falará amanhã sobre o pianista Jean Sibelius (Foto: Divulgação - DP)

Instrumentista falará amanhã sobre o pianista Jean Sibelius (Foto: Divulgação - DP)

Começa nesta terça-feira (2), às 19h30min, o projeto Intérpretes em Foco, série de quatro recitais internacionais que serão realizados no Conservatório de Música da Universidade Federal de Pelotas. A estreia é com a pianista norte-americana Asami Hagiwara, professora da Universidade de Minnesota, nos Estados Unidos. A promoção é do Grupo de Pesquisa em Ciências Musicais da UFPel (Cimus). A entrada é franca.

O projeto, criado pelo professor de piano Germano Meyer, há oito anos, está sendo reeditado desta vez em versão internacional. Meyer explica que a série ganhou nova edição com o apoio do Centro de Artes, que está ajudando na logística do evento.

A série oportunizará aos alunos, ao longo deste ano, o contato com pianistas de alto nível para intercâmbio cultural. "É também uma possibilidade de abrir portas para alunos que tenham interesse em estudar no exterior", diz o professor, isto porque, além dos recitais, os profissionais irão ministrar aula aberta e uma palestra.

Aula aberta

A primeira convidada, a pianista Asami Hagiwara ministrará master class de piano, amanhã, das 9h às 12h. No mesmo dia, ela falará em palestra intitulada Finnish folk traditions an the compositional styles of Jean Sibelius's piano music, tema desenvolvido pela musicista durante o doutorado, nos Estados Unidos. Ambas atividades ocorrerão no Conservatório da UFPel.

Todos os eventos são abertas à comunidade e têm entrada franca. Para quem deseja ter certificado de presença é preciso fazer a inscrição prévia via e-mail (germanogm@gmail.com). Para a aula aberta ainda há inscrições para alunos ouvintes. As quatro vagas para pianistas executantes foram preenchidas por acadêmicos da Universidade.

Meyer explica que será aplicado nesta master class o conceito de aula aberta, quando um aluno por vez toca um repertório que lhe é familiar para o professor convidado. Este encontro entre aluno e mestre é acompanhado pela plateia, que pode ser formada não só por acadêmicos do curso de Piano, mas por qualquer pessoa interessada em assistir.

Da Finlândia

Na palestra, a pianista falará em inglês, uma das línguas que domina. Porém, todo o material didático que será entregue aos inscritos está em português. O compositor do período romântico, Jean Sibelius (1865-1957) era finlandês e sua obra foi envolvida no nacionalismo.

As obras de concerto de Sibelius, como Finlandia, são a vertente mais conhecida do legado do compositor. Asami voltou sua tese de doutoramento para as composições feitas para piano, menos populares. "Será um momento de ilustração cultural para todos nós", diz Meyer.

Sibelius está no repertório que Asami Hagiwara selecionou para o recital de hoje. A professora e pianista nasceu no Japão, mas se naturalizou norte-americana e é nos Estados Unidos que trabalha atualmente.

A pianista também fará recital, neste sábado, na Fundação Ernesto Frederico Scheffel, de Novo Hamburgo. Na próxima semana ela estará em São Paulo, para outros concertos no interior do estado.


Serviço

O quê: recital da pianista Asami Hagiwara

Quando: terça-feira (2), às 19h30min

Onde: Conservatório de Música da UFPel, rua Félix da Cunha, 651

Aberto ao público e entrada gratuita


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados