Música

Pimenta Buena é indicada ao Açorianos

Disco 3 da banda pelotense lançado há um ano concorre em três categorias do Pop

26 de Novembro de 2020 - 14h25 Corrigir A + A -

Por: Ana Cláudia Dias
anacl@diariopopular.com.br 

Quarteto concorre a banda revelação (Foto: Divulgação - DP)

Quarteto concorre a banda revelação (Foto: Divulgação - DP)

Se uma indicação ao Açorianos é motivo de alegria, com três a comemoração, a surpresa e a expectativa são muito maiores. É nessa onda de boas sensações que estão surfando os integrantes da banda pelotense Pimenta Buena. O Disco 3 do quarteto foi destacado em três categorias na área da Música do mais famoso prêmio artístico gaúcho. A cerimônia de entrega das premiações ocorrerá neste sábado, às 20h, e pela primeira vez será virtual por causa da pandemia de Covid-19. A realização é da Secretaria Municipal da Cultura (SMC) de Porto Alegre.

Com o tema Cidade da Música, o Açorianos de Música será realizado no palco do Salão de Atos da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), sem presença de público e com transmissão ao vivo pela TVE, pelo canal da UFRGS TV no YouTube e na página da Coordenação de Música da SMC no Facebook. Mas esse contratempo não tirou o entusiasmo dos músicos da Pimenta Buena, que pela primeira vez figuram entre os indicados.

O Disco 3 foi lançado em novembro do ano passado pelo quarteto formado por André Chiesa (bateria), Daniel Finkler (baixo), João Corrêa (guitarra) e o uruguaio Vicente Botti (vocal). Nesta edição do Açorianos a obra concorre em três categorias: Melhor Instrumentista Pop, com guitarrista João Corrêa, Disco Pop e Revelação Pop.

O reconhecimento da qualidade do trabalho desenvolvido chega num momento em que o quarteto original não está mais junto. André Chiesa explica que a banda, que tem 13 anos de estrada, ficou três anos parada, período que cada integrante seguiu projetos próprios, o retorno foi justamente para compor o terceiro álbum do grupo.

Porém, depois da turnê de lançamento, encerrada em janeiro, o grupo voltou a se dissolver. "Hoje continuamos eu e o Vicente, que estamos desde a primeira formação. A Pimenta sempre foi assim. A gente sempre produziu um disco, tinha o período de lançamento, depois dava uma parada. Isso era natural."

Segundo Chiesa a pandemia não chegou a estragar a turnê de lançamento, apenas um show foi cancelado. Agora, a notícia das indicações chega em um ótimo momento, quando os músicos centram foco na divulgação nas plataformas de streaming e nas redes sociais. "A gente tá produzindo videoclipe agora", conta.

Estreia bem-sucedida

Essa foi a primeira vez que os músicos inscreveram um projeto no prêmio Açorianos e para alegria deles o disco foi muito bem-recebido. O baterista comenta que pelo fato de a Pimenta trazer composições em espanhol é mais difícil participar de concursos e festivais no Brasil.

A barreira da língua acabou provocando limitações, mas os músicos sempre apostaram no potencial do trabalho. "As indicações vieram como um presente, de certa forma merecido, não só pelo terceiro disco propriamente, mas pelo projeto como um todo. O Açorianos dá um carimbo pra um trabalho, para um artista, é um degrau no currículo", diz Chiesa.

Para além da pop fusion latina que a banda já apresentava, o Pimenta Buena - Disco 3 aposta mais fortemente no rock, colocando mais peso de guitarra e bateria nas composições. Para Chiesa é sem dúvida o disco mais maduro do grupo em todos os quesitos, desde a pré-produção. "Os integrantes da banda evoluíram muito artisticamente. Evoluímos na questão técnica também. É um pensamento artístico mais maduro", comenta.

Na rede

Neste momento, mesmo sem a parceria de Finkler e Corrêa que, segundo Chiesa, não voltam mais para a banda, o baterista e Vicente Botti dão prosseguimento a divulgação do terceiro álbum e começam a preparar composições para um quarto trabalho. Em janeiro vai ter o lançamento do clipe de Dr. Jeckyl and Mr. Hyde, uma das canções do Disco 3, e que vai ser em forma de animação. "A ideia é dar mais um período para esse disco reverberar. Ele tá tendo uma ascensão muito boa no Spotfy."

Os músicos também estão colocando composições do primeiro CD, de 2007, nas plataformas de streaming. Há três meses eles estão acrescentando uma música por mês, amanhã, por exemplo, estreia Fogata no Spotfy.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados