Cinema

Outro Danças faz pré-estreia de Cães

Filme da Outro Danças tem elenco formado exclusivamente por dançarinos homens (cis, trans e queer)

23 de Junho de 2022 - 20h36 Corrigir A + A -
Filme parte de uma investigação em torno de uma corporeidade selvagem

Filme parte de uma investigação em torno de uma corporeidade selvagem

Curta Cães tem a produção da Campos Neutrais de Chico Maximilla e da NOZ Audiovisual

Curta Cães tem a produção da Campos Neutrais de Chico Maximilla e da NOZ Audiovisual

Nesta sexta-feira (24) em quatro sessões, às 16h, 17h, 18h e 19h, o grupo Outro Danças realizará a pré-estreia do filme Cães, dirigido por Alexandra Dias, no Cine UFPel, rua Lobo da Costa, 447. O audiovisual é baseado no espetáculo de dança homônimo que teve sua estreia suspensa em 2020 em razão da pandemia da COVID-19. A entrada é franca.

Com elenco formado exclusivamente por dançarinos homens (cis, trans e queer), o filme parte de uma investigação em torno de uma corporeidade selvagem. Esse processo de pesquisa teve início nos estudos teórico-práticos da diretora sobre a antropofagia no corpo, os quais geraram uma corporeidade que oscila entre pessoa e cão. E é por meio do trânsito entre cão e homem que o trabalho dança a masculinidade nos corpos. Assim, o filme explora o que o grupo chama de uma possibilidade xamânica de transição. Cães é, portanto, um filme-ritual que traz homens fruindo seus corpos de forma coletiva, celebrando sua existência como matilha.

O curta Cães, com 12 minutos, tem a produção da Campos Neutrais de Chico Maximilla e da NOZ Audiovisual. O trabalho tem financiamento do Procultura da Prefeitura Municipal de Pelotas. A direção e roteiro é de Alexandra Dias. No elenco do filme estão Alêxander Christopher Pereira Garcia, Brendon Miranda, Ítalo Ribeiro, Janiel Bitencourt, Jarrão, Manoel Timbaí, e Mauricio Ploenals. Também participou do projeto o dançarino Allison Lourenço dos Santos.

A trilha sonora original foi composta por Christian Benvenuti. O figurino do audiovisual foi criado e confeccionado por Ana Mercedes Hernandez. A maquiagem é de Paloma Goveia. Câmera e edição de Takeo Ito. Fotografia still de Camila Albrecht. O design gráfico é de Tupax Pindoramogràphïco. A preparação corporal é do Mestre Jarrão. Participou como dramaturga do projeto em sua fase inicial (espetáculo), a artista Tatiana Duarte. Também participaram da primeira fase o bailarino e Denilson Cosseres e as figurinistas Filhas de Molambo (Joana de Leon e Luzia de Leon). A Outro Danças contou com o apoio do Espaço Relva Cultural, da Organização Ponto Capoeira e da Universidade Federal de Pelotas através do Projeto de pesquisa Antropofagias no Corpo e nas Artes da Cena.

O filme foi realizado pela Outro Danças, uma empreitada de arte que se relaciona com questões da antropofagia e que se desdobra em processos que têm interesse em desenvolver "exnovações" (no lugar de inovações), "outroduções" (no lugar de introduções), "outroria" (no lugar de autoria). A outro cria trabalhos que transitam entre a dança, o teatro, a performance e o audiovisual. Para 2022, além da pré-estreia do audiovisual e da estreia do espetáculo Cães, o grupo prepara um novo espetáculo intitulado Animal noturno. A pré-estreia de Cães acontecerá juntamente com o lançamento do filme Axêro de Maria Falkembach.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados