Literatura

Obviedades da vida

Guilherme Pintto lança seu novo livro, sábado, na livraria Vanguarda

11 de Julho de 2019 - 12h00 Corrigir A + A -
Jovem de 25 anos considera-se pelotense de coração (Foto: Divulgação - DP)

Jovem de 25 anos considera-se pelotense de coração (Foto: Divulgação - DP)

Guilherme Pintto está decidido a descontruir o óbvio. Em seu novo livro, o escritor e youtuber aborda fatos, situações e pensamentos que podem parecer evidentes, mas, justamente pelo caráter consolidado, muitas vezes deixam de ser percebidos ou compartilhados. "O que é óbvio para mim, pode não ser pra ti. Então, se não é para todos, não existe o óbvio", desafia o jovem de 25 anos. Sob essa perspectiva nasce a obra O óbvio também precisa ser dito, com sessão de autógrafos neste sábado na livraria Vanguarda do Shopping Pelotas.

O livro reúne textos sensíveis e, por vezes, duros sobre o amor-próprio. São histórias do cotidiano, relatos pessoais, experiências banais que dizem muito sobre a vida, tanto conselhos quanto reflexões a respeito de temas como violência, relacionamento, preconceito, ciúme e superação. A leitura é semelhante a de um diário, inclusive com trechos destacados.

O projeto foi construído a partir de um apanhado de conversas com amigos, familiares, internautas e pessoas em geral que cruzaram o caminho de Guilherme ao longo do último ano. "Busquei as questões mais latentes em cada discurso, identificando o que aprendi com tudo isso. Emprestei meus olhos para o que eu tinha como óbvio, sem soar clichê", conta.

O resultado é uma estrutura fluida, com textos curtos e, inclusive, poéticos. Guilherme espera que as reflexões contribuam para que os leitores desenvolvam relações mais saudáveis no trabalho, junto da família e, também, nos relacionamentos amorosos.

Best-seller a caminho
O óbvio precisa ser dito chegou às livrarias em maio com a missão de corresponder à expectativa criada por seu antecessor. Lançado em 2018, o primeiro livro de Guilherme, Seja o amor da sua vida, revelou-se um sucesso editorial, com mais de 40 mil exemplares vendidos no país. Em sua 11ª edição, a obra recebeu o título de best-seller na linha de Não Ficção/Autoajuda.

O escritor conta que não era esperada tamanha aceitação. A editora Planeta tinha como estimativa a venda de seis mil exemplares. O retorno foi surpreendentemente positivo. Na sequência, foi solicitado o segundo livro, que contou com mais de 1,5 cópias encomendadas na pré-venda. 

Guilherme diferencia as duas obras: "Seja o amor da sua vida é a mãe que abraça, é ultrarromântico, enquanto O óbvio também precisa ser dito é a realidade mais dura, um soco na boca do estômago". Recentemente, o jovem fechou contrato com a editora para lançar mais dois livros inéditos em 2020. 

Depois de praticamente um ano, Guilherme estará de volta a Pelotas. Sua última vinda foi para o lançamento do primeiro título. "Tenho um carinho muito grande pela cidade. Sempre procuro reforçar que sou natural de Jaguarão, mas Pelotas é minha segunda casa. As minhas obras, meu trabalho, respira essa cultura", comenta. Ele morou dos sete aos 21 anos na Princesa do Sul, onde formou-se em Rádio e TV pelo Senac e trabalhou no Hospital-Escola.

A conquista do sucesso
Além de um fenômeno na internet, com mais de um milhão de seguidores nas redes sociais, Guilherme tornou-se expoente no mercado literário. O começo de tudo, do que é óbvio e do que não é nada óbvio, foi em 2014, quando um dos textos do escritor viralizou na internet. Seja o cara, publicado no blog Amor abusado, ultrapassou 200 mil curtidas no Facebook. 

A repercussão levou Guilherme a buscar um formato mais dinâmico nas redes, migrando para o YouTube. Em 2016, ocorreu mais uma explosão de compartilhamentos com o vídeo Aprenda a fazer falta - atualmente conta com 3,6 milhões de visualizações.

Na carona do vídeo, o youtuber lançou uma linha de camisetas personalizadas e uma turnê de espetáculos/palestras pelo país, além de garantir o contrato para publicar seu primeiro livro. Formou-se em Publicidade pela Unisul e, frente às oportunidades, mudou-se para São Paulo. 

Guilherme conta que a criação do canal no YouTube tinha como objetivo final o lançamento de sua primeira obra literária. Com o sonho realizado, a prioridade voltou-se novamente para a escrita. Criou, inclusive, uma empresa para administrar sua presença on-line e começou a cursar Psicologia na Universidade Anhembi Morumbi. Deve voltar aos palcos para uma nova turnê, enquanto isso prepara o seu terceiro título.

O quê: sessão de autógrafos do livro O óbvio também precisa ser dito, de Guilherme Pintto
Quando: sábado (13), às 15h
Onde: livraria Vanguarda do Shopping Pelotas
Valor do exemplar: R$ 39,90


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados