Curso

O doce propósito de ensinar

Confeiteira dará uma aula ao vivo pelo Youtube onde irá abordar diversos tópicos como planejamento de cardápio, escolha dos produtos, cálculo e precificação

14 de Novembro de 2020 - 16h31 Corrigir A + A -

Por: Vinícius Guerreiro
vinicius.guerreiro@diariopopular.com.br

Fran foi uma das pioneiras ao produzir os famosos cupcakes

Fran foi uma das pioneiras ao produzir os famosos cupcakes

Pode ser clichê, mas uma das maiores verdades é que a melhor comida é aquela feita com amor. É por isso que as refeições de nossos avós e pais são as nossas preferidas. A cozinha é uma arte. No caso da pelotense Francine Pich, a Fran Patissier, o doce é uma arte. Essa paixão pela confeitaria que foi herdada da avó de raízes alemã, foi potencializada por outra arte, talvez a mais importante de todas da humanidade, a de ensinar. Fran descobriu na missão de ser professora o propósito da vida e hoje vive para compartilhar as lições que aprendeu em mais de 18 anos como confeitaria profissional com as mais diversas pessoas. O objetivo vai além de ensinar receitas, a ideia é proporcionar que os alunos e alunas possam viver da confeitaria.

Hoje Fran é Chef patissier, instrutora da WMA Wilton Cake Brasil - a maior indústria confeiteira da América Latina - Master Instructor KDCAA, possui o certificado para ensinar as receitas dos tradicionais doces pelotense, além de diversas especializações do mundo confeiteiro. Para chegar nesse patamar, a pelotense percorreu um longo caminho de altos e baixos.

Aos 20 anos, e com um filho de apenas quatro meses, Fran decidiu que estudaria confeitaria. Ela resgatou nas memórias de infância ao lado da avó na cozinha, e nas brincadeiras na terra que simulava receitas, o desejo de cozinhar. Após fazer o primeiro curso de confeitaria teve certeza que ali era o seu lugar. Estudou gastronomia na faculdade e se especializou em gastronomia funcional e chocolataria.

Em Pelotas foi uma das pioneiras ao produzir os famosos cupcakes. O negócio deu certo e ali Fran se alavancou no mundo da confeitaria através do Facebook. Fran vendeu grandes quantidades e inclusive deu cursos ensinando os segredos do bolinho. Tudo ia bem até que em 2016 o pai teve um grave problema de saúde e ela precisou se dividir entre cuidar dele, que era o suporte e parceiro nos negócios, cuidar dos filhos e ainda tocar a confeitaria.

A estrela que brilha
Fran passou por momentos difíceis, teve depressão e viu a renda desabar. Precisando de dinheiro decidiu aceitar o convite da Casa do Confeiteiro para dar um curso de boleira. Algo que ela não tinha motivação no momento. Mas tudo mudou na primeira aula. Foram três alunas: Eliana, Jéssica e Simone. Elas mudaram a vida de Fran. Os sorrisos, a dedicação e o desejo de aprender fizeram despertar na pelotense o propósito da vida: ensinar.

"Foi naquele curso de boleira que piscou a estrelinha do propósito. Eu agradeci em silêncio e isso que eu quero fazer da minha vida. A energia estava tão legal, teve tanta importância e marcou muito a minha vida. Nunca vou esquecer. Hoje eu tenho uma relação muito próxima com meus alunos, tenho grupo de apoio e isso é muito legal. Eu faço isso com tanta vontade e é por isso que dá certo", revelou Fran.

Mentoria de Natal
De lá para cá foram mais de três mil alunos espalhados pelo Brasil e por países da América do Sul em cursos presenciais e online. Observando que muitas pessoas acabaram caindo no mundo da confeitaria na pandemia, principalmente pelas dificuldades financeiras geradas na crise, Fran decidiu organizar uma mentoria gratuita de Natal para ajudar esses profissionais. Nesta segunda-feira, às 20h, ela dará uma aula ao vivo pelo Youtube onde irá abordar diversos tópicos como planejamento de cardápio, escolha dos produtos, cálculo e precificação, além de armazenamento, logística e outras dicas fundamentais para o confeiteiro potencializar as vendas.

"Eu estudo bastante e é para compartilhar. Essa mentoria é para ajudar quem já é da confeitaria a se organizar para o Natal e quem está chegando agora. Com a função da pandemia muita gente entrou de paraquedas. A ideia de ser gratuita é para ajudar as pessoas se organizarem, como eu já passei por essa fase quero que eles pulem os erros que cometi. Uma forma de ajudar é através dessa mentoria", contou Fran.

A pelotense conta que fez algo semelhante na Páscoa logo no início da pandemia. "Na Páscoa fiz uma live para replanejar tudo, pois a pandemia pegou todos de surpresa. E digo que foi a melhor de muitos confeiteiros e inclusive a minha em termos de venda", afirmou a pelotense.

Serviço
O quê: Mentoria de Natal
Quando: segunda-feira (16)
Horário: 20h
Para participar você deve se inscrever no site: https://franpatissier.com.br/
Valor: Gratuito


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados