Arte

Música Lírica no palco da Fábrica Cultural da SPMM

Recital contará com a soprano jaguarense Renata Gonçalves e o pianista Octávio Machado

26 de Novembro de 2021 - 11h54 Corrigir A + A -
Renata Gonçalves faz recital de despedida de Pelotas (Foto: Divulgação - DP)

Renata Gonçalves faz recital de despedida de Pelotas (Foto: Divulgação - DP)

Octávio Machado esteve os dois últimos anos afastado dos palcos (Foto: Divulgação - DP)

Octávio Machado esteve os dois últimos anos afastado dos palcos (Foto: Divulgação - DP)

O final de semana será marcado pela música lírica em Pelotas. Seguindo uma série de encontros musicais com cantores e artistas locais, sábado (27) a Sociedade Pelotense Música Pela Música (SPMM) estará promovendo o Recital Lírico, com presença da soprano Renata Gonçalves e do pianista Octávio Machado, além da participação do tenor João Ferreira Filho. Este é o quinto evento com público realizado pela SPMM, ainda com lotação limitada. Os ingressos já estão à venda e a renda arrecadada será destinada à manutenção da Sociedade.

Natural de Jaguarão e moradora de Pelotas desde 2007, Renata Gonçalves descobriu sua vocação para o canto lírico aos 25 anos através do primeiro professor e atual presidente da SPMM, João Ferreira Filho. Advogada e mestre em Ciência Política, gravou o CD Extraordinário, produzido por Leonardo Vergara em 2015, ano em que ingressou no curso de Canto na Universidade Federal de Pelotas (UFPel). Neste tempo participou de cinco festivais de música do Sesc, sendo o 6º e 7º Festival Internacional, que contou com a participação da soprano japonesa Eriko Senda, a italiana Patrizia Morandini e o tenor brasileiro Lenine Santos.

Entre os anos de 2017 e 2019 a soprano foi bolsista no Ópera Studio Salta Lírica, na Argentina. À época, foi convidada a realizar duas apresentações na cidade de Salta e participou do Gala Lírica Internacional, em Mendonza, interpretando as árias: Quando m'en vo da ópera La Bohème do compositor italiano Giacomo Puccini, Quel guardo il Cavaliere da ópera Don Pasquale do compositor Gaetano Donizetti e a canção Amores em lágrimas, autoria do compositor brasileiro Cláudio Santoro.

Atualmente Renata é aluna da soprano Eriko Senda e está finalizando o curso de pós-graduação em Canto e Expressão no Instituto Alpha da Faculdade de Ciências e Educação do Caparó e é mestranda em performance musical pela Universidade Federal de Minas Gerais. Além de, recentemente, integrar a Cooperativa de Ópera do Rio Grande do Sul.

Seu repertório é focado na ópera e canções de câmara brasileiras e argentinas. "O intercâmbio das duas me encanta", conta. Neste ano, a cantora lírica iniciou um projeto de gravar obras de compositores gaúchos, com o objetivo de iniciar pelos jaguarenses, como André Raffo, Jorge Pagliani e Alcebíades Lino de Sousa.

Para o Recital Lírico da SPMM, a expectativa é grande, uma vez que a cantora vive seus últimos dias na cidade. "Para esse recital tenho muitas expectativas por ser um momento muito único com a volta do público após o momento mais crítico da pandemia. Eu estou grávida e me mudando de Pelotas, após quase 14 anos vivendo aqui, então tenho muitos sentimentos envolvidos. Será quase um agradecimento a cidade por tudo que me proporcionou", finaliza.

Bem acompanhada

Prestes a dividir, mais uma vez, o palco com a soprano, o pianista Octávio Machado, também natural de Jaguarão, é envolvido com a música desde muito novo. Aos dez anos ganhou o primeiro teclado, aos 11 ingressou em uma escola de música do município e, no mesmo ano, teve seu primeiro contato com seu fiel companheiro até os dias atuais, o piano acústico.

O primeiro reconhecimento veio em 2014, após uma visita do diretor do Instituto de Música do Conservatório Vicente Pablo de Montevidéu, Nicolás Cerutti, Octávio recebeu o convite para tocar no Teatro Solís, em Montevideo, um dos teatros referências da América Latina. Pelos anos seguintes tocou na sala Zitarrosa do Teatro, finalizando, em 2019, o curso de piano do Conservatório com o título de professor de Teoria musical e Piano.

Neste meio tempo, houve o encontro de Renata e Octávio. À época, a soprano buscava um pianista acompanhante para ensaiar o repertório lírico do curso de Canto, foi quando houve o primeiro contato do jovem com o estilo musical. "Começamos a fazer recitais em Jaguarão e também aqui em Pelotas. E, daí pra frente, nunca paramos", conta Machado.

O sábado será marcado pelo "último" recital de Renata na cidade e o primeiro de 2021 de Octávio, após dois anos sem subir no palco devido à pandemia. "Estou muito feliz e espero que alcance o público para que, neste contexto social em que vivemos, seja um feixe de luz e esperança. Afinal, a arte e, especialmente a música, também tem essa finalidade de alegrar os corações".

Informações

O quê: Recital Lírico com Renata Gonçalves e Octávio Machado

Quando: sábado (27) às 20h

Onde: Fábrica Cultural, sede da Sociedade Pelotense Música Pela Música. Rua Félix da Cunha, 952

Ingressos: Serão 70 ingressos, a venda através do Whatsapp (53) 98144-3366 com Maria Helena

Valor: R$40,00 (inteira) e R$20,00 (meia-entrada), quem levar um produto de limpeza também pagará meia-entrada


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados