Evento

Jornada Cultural da Bibliotheca Pública vai até domingo

Prefeitura contribui com atividades do evento que presta homenagem ao livreiro e pesquisador Adão Monquelat

09 de Novembro de 2021 - 19h47 Corrigir A + A -
A Jornada Cultural leva o nome do livreiro, pesquisador e historiador pelotense Adão Monquelat

A Jornada Cultural leva o nome do livreiro, pesquisador e historiador pelotense Adão Monquelat

Segue até domingo a Jornada Cultural Adão Monquelat, um evento promovido pela Bibliotheca Pública Pelotense (BPP), com contribuição da prefeitura de Pelotas, por meio das secretarias de Cultura (Secult) e de Educação e Desporto (Smed) e do Sistema Fecomércio Sesc/Senac. Ainda é possível desfrutar de uma série de atividades literárias e culturais gratuitas. Os eventos virtuais serão transmitidos pelo Instagram (@bppelotense) e YouTube da Bibliotheca Pública.

Dentro da programação, destacam-se alguns cursos virtuais. “Uma revolução chamada Carolina”, ministrado pelo professor Tom Farias, ocorre nesta quinta e sexta-feira (11 e 12) às 17h. Tom Farias é membro eleito da Academia Carioca de Letras e, atualmente, coordena o Centro de Estudos em História e Literatura Afro-Brasileira, da Universidade Zumbi dos Palmares. Formado em Letras, com especialização em Literatura Brasileira, é jornalista, escritor, crítico literário, ensaísta, dramaturgo e roteirista. Tem 15 livros publicados, entre biografias, romances e ensaios literários, com destaque para os premiados Cruz e Sousa: Dante Negro do Brasil, finalista do prêmio Jabuti 2009, e José do Patrocínio: a pena da abolição. Publicou Carolina, uma biografia, finalista do Jabuti de 2019 e premiado pela Flup.

Ainda na quinta-feira (11), a escritora Eliana Cruz Alves ministra o curso "Água de Barrela: sentido e escrita negras", às 19h. Inscrição pelo e-mail tomfariasnajornada@gmail.com. Às 19h da sexta-feira (12), Renato Noguera ministra o curso "O amor dentro da filosofia africana". Inscrição também pelo e-mail tomfariasnajornada@gmail.com.

O evento também conta com diversos lançamentos de livros. Entre eles, A Matriz da Cultura Negra no Gauchismo, às 18h desta quarta-feira (10), que tem como organizadora e coautora a escritora tradicionalista Liliana Cardoso Duarte, em coautoria com 22 autores. Natural de Porto Alegre, Liliana é declamadora, radialista, apresentadora, mestre de cerimônias, ativista cultural e, atualmente, é conselheira do Conselho Estadual de Cultura do RS e patrona dos Festejos Farroupilhas do RS e de Porto Alegre 2021.

Homenagem

A Jornada Cultural leva o nome do livreiro, pesquisador e historiador pelotense Adão Monquelat. Proprietário de uma livraria/sebo desde 1981, era conhecido no Município e fora dele por sua paixão por literatura e história, por resgatar preciosidades literárias e pela contribuição ao descobrir e apontar fatos da história pelotense para além da história oficial. Monquelat morreu em 22 de setembro deste ano, de enfarto. Tinha 74 anos.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados