Arte

Graffitti pelotense em destaque nacional

Artista Júnior Asnoum concorre em votação popular para participar do maior mural da modalidade no Brasil, em Barra Mansa, Rio de Janeiro

22 de Julho de 2020 - 12h36 Corrigir A + A -
Os dois mais votados serão selecionados (Foto: Divulgação - DP)

Os dois mais votados serão selecionados (Foto: Divulgação - DP)

O graffiti pelotense é muito talentoso e merece ganhar o mundo. Vitória importante dessa caminhada é a presença do grafiteiro Júnior Asnoum no maior painel de graffiti do Brasil, a ser instalado em Barra Mansa, no Rio de Janeiro. O pelotense participa atualmente de uma votação popular para ser um dos artistas que estarão eternizados no mural.

Também mestre em Artes Visuais, Asnoum ingressou no graffiti há 18 anos participando de eventos, exposições coletivas e também projetos individuais. Com o tempo especializou-se no caligraffiti, modalidade que une o design de letras ao estilo do spray. Através desse aprofundamento, ministrou cursos em grandes eventos como o Pixel Show.

Com tanto tempo de estrada, Asnoum fala, com propriedade, que o cenário da atualidade - afora a pandemia, claro - é mais favorável a quem pretende fazer do graffiti uma profissão. “A reação das pessoas ao verem alguém fazendo essa arte no geral era bem agressiva, até. Era comum ouvir muitos xingamentos, ocorrer muitas denúncias. Hoje em dia as pessoas ao invés de xingarem, elas param para tirar fotos, elogiar, fazer orçamentos e em alguns casos até mesmo nos contratar.”

O artista não deixa de destacar, entretanto, os desafios impostos não apenas ao grafiteiro de 2020, mas a quem busca viver da arte. “Falta ainda uma valorização maior pelos artistas locais, infelizmente muitas pessoas ainda tem o costume de valorizar mais o que vem de fora, e isso realmente é triste e muitas vezes acaba desmotivando a galera que produz.” A fé não costuma falhar, porém, e Asnoum crê na mudança, que já acontece aos poucos. “Nós, artistas, temos que ser fortes e resistir, e sempre acreditar que tudo é possível!”

Dentre o tudo que é permitido sonhar está a participação no maior mural de graffiti do Brasil, a ser instalado em Barra Mansa-RJ através do projeto Fábrica de Graffiti junto à Lei de Incentivo à Cultura em parceria com a prefeitura local, Colorgin Arte Urbana e produção da POMME.art. Dez artistas serão escolhidos para preencher a instalação, através de votação popular que já está na final e tem Asnoum como uma espécie de representante pelotense.

Ter essa oportunidade, comenta o artista, será especial para ele, no sentido de ter a oportunidade de fazer o que ama em um grande acontecimento da arte nacional, mas também para toda a forte cena graffiti de Pelotas. “Quero mostrar a força que a arte de rua local tem e que podemos pintar em qualquer lugar do mundo representando nossa cidade e também o nosso estado.”

Estar no mural de Barra Mansa é, hoje, o principal objetivo de 2020 para Asnoum. Para o restante do ano, a ideia é seguir produzindo arte e desenvolvendo projetos, já que a pandemia, em tese, não alterou de forma significativa a rotina de trabalho - o estúdio onde produz funciona nos fundos de casa e é lá onde ele passa a maior parte do tempo. A impossibilidade de contar com serviços de entrega internacionais afetou, entretanto, a demanda de encomendas internacionais, ele relata.

Durante o isolamento, Asnoum tem desbravado o mundo das lives, como o projeto Tão Longe, Tão Perto, da Pró-reitoria de Extensão e Cultura da UFPel, e o Pixel Show, de São Paulo. Experiência importante, ele define, pela aproximação que gera com o público e artistas de outras localidades, “além de trazer muito conhecimento e entretenimento nesse período.”

Vote, de forma ilimitada, em Júnior Asnoum

A votação vai até o dia 31 de julho. Para ajudar o pelotense, basta o escolher através do link https://bit.ly/2WJ5W4z.

asnoum 2


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados