Pandemia

Foliões à espera de uma data

Em função do coronavírus, Carnaval de Pelotas foi suspenso por tempo indeterminado

17 de Março de 2020 - 10h17 Corrigir A + A -
Decisão. Reunião definiu a medida como prevenção à Covid-19. (Foto: Michel Corvello)

Decisão. Reunião definiu a medida como prevenção à Covid-19. (Foto: Michel Corvello)

Carnaval de Pelotas está suspenso. A decisão foi tomada em virtude das medidas necessárias contra a proliferação do coronavírus, como cuidados em relação à aglomeração de pessoas. Não há ainda, entretanto, previsão de uma nova data para a realização dos eventos que ocorreriam na Passarela do Samba em exatos dez dias.

A suspensão foi acordada em reunião realizada na manhã de ontem entre a Secretaria Municipal de Cultura (Secult) e a Associação das Entidades Carnavalescas de Pelotas (Assecap). A decisão não se restringe à festa que ocorreria nos dias 27, 28 e 29: abrange ainda ensaios, desfiles de blocos e outras atividades que promovam aglomerações de público em razão do Carnaval.

De acordo com o Secretário de Cultura, Giorgio Ronna, a medida segue orientação da prefeitura, que fez a solicitação do encontro. “Embora em Pelotas só haja casos suspeitos, não podemos andar na contramão da realidade e da linha de outras localidades do mundo e do país”, salientou.

Futuro
Em contato com o Diário Popular, o presidente da Assecap, Roberto Nunes, afirmou que as reuniões seguirão ocorrendo semanalmente dentro da intenção de realizar as festividades em algum momento. Não há, porém, previsão alguma de quando poderão acontecer - à reportagem, o secretário Ronna não descartou a realização no segundo semestre, após a passagem do outono e do inverno.

Apesar da possibilidade de cancelamento existir, a organização pretende evitar que ele aconteça, em virtude do dinheiro investido pelas entidades. “A princípio a nossa ideia não é suspender definitivamente, até porque temos o contrato com a Bah, que implica multa no caso de rompimento. Nossa ideia é ainda fazer o Carnaval”, disse, frisando que a prioridade será cuidar da saúde de trabalhadores e foliões.

Nunes acrescentou ainda que a decisão implicará medidas relacionadas aos ingressos que já foram vendidos para o evento. Também em contato com o Diário Popular, a produtora Bah Entretenimento afirmou que ainda não há informações sobre reembolso do valor pago. Quanto à estrutura, que já estava em processo de montagem, será desfeita até que uma nova data para realização da festa seja anunciada.

Outros adiamentos
Além do Carnaval, outros eventos com data marcada para as próximas semanas sofreram adiamento. É o caso da sessão da Abraccine, que seria realizada no Cine UFPel hoje. Ela foi remarcada para o dia 7 de abril. Também foi suspensa a edição de março do Projeto Dandô, Encontro dos Anfitriões, que ocorreria no dia 27, na Casa do Trabalhador. Nesse caso, por tempo indeterminado. Em São Lourenço do Sul, foram suspensos o 34º Reponte da Canção e 26º Pérola em Canto, que aconteceriam nos dias 3 e 4 de abril. Eles serão remarcados assim que a situação esteja normalizada.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados