Música

Ever Racing defende o rock gaúcho

Banda apresenta nove composições autorais e quatro covers em show virtual no Teatro Municipal do Rio Grande

26 de Outubro de 2021 - 10h52 Corrigir A + A -

Por: Ana Cláudia Dias
anacl@diariopopular.com.br 

Banda,  criada em 2016, retomou atividades este ano (Foto: Divulgação - DP)

Banda, criada em 2016, retomou atividades este ano (Foto: Divulgação - DP)

A banda Ever Racing é a atração desta semana do projeto #teatromunicipalagora. O show on-line Na correria ocorre na quinta-feira (28), às 20h30min, no Teatro Municipal do Rio Grande. O evento será transmitido através do aplicativo zoom. O link é encaminhado aos espectadores, por e-mail no ato da compra do ingresso adquirido no site Sympla.com.br.

Nascida em Rio Grande, a Ever Racing é formada por Fernando Vieira Ribeiro (voz e guitarra), Guilherme Bagozzo (baixo e voz) e Guilherme Gonçalves (bateria). Ribeiro e Gonçalves são os fundadores da banda que iniciou a trajetória em 2016, desde essa época os músicos desenvolvem um trabalho autoral identificado com o rock gaúcho.

Fernando Ribeiro, 43, é músico em Rio Grande há mais de 23 anos. "Nesse tempo fui me lapidando, compondo e passei por diversas bandas", conta. Em 2015 o guitarrista estava sem banda, quando colocou um anúncio do Facebook convidando amigos para quem sabe formar um grupo. Guilherme Gonçalves atendeu a solicitação e nos ensaios perceberam que poderia dar certo. Foi então que resolveram fundar a Ever Racing, nesta época como um quarteto.

Dois anos depois Ribeiro parou com a banda porque queria desenvolver outro projeto, um negócio próprio. Para isso ela precisava trabalhar à noite durante seis meses. A determinação deu certo e no ano seguinte ele abriu o Território, em princípio uma barbearia localizada no bairro Rural em Rio Grande.

O retorno da banda ocorreu agora durante a pandemia e este ano e resolveram voltar com mais força aos estúdios de gravações e solidificar o trabalho que já havia começado lá atrás. "Temos 13 composições prontas pra formar um álbum", fala Ribeiro.

Para isso procuraram um baixista e o apoio da produtora cultural e empresária pelotense Fernanda Blank, da Blank Produções e Eventos. "A banda tem uma vertente, que é fazer um questionamento sobre a correria do cotidiano. A gente vive isso, a gente não percebe mais o mundo em que a vive, quando temos tempo a gente se enxerga na tela do celular, correndo o dedo para cima e para baixo, desligados. Como a gente se perdeu no caminho?", questiona o vocalista.

No show desta quinta-feira o trio vai apresentar nove destas composições autorais e quatro covers, três de bandas que influenciaram o rock da Ever Racing, que são TNT, Cachorro Grande e Engenheiros do Havaii, e um do músico Nando Reis, outra grande referência, com a composição Luz dos olhos. "Vamos tocar quatro músicas que tem a ver com a gente, três do rock gaúcho e uma do rock nacional", diz Ribeiro.

Além deste show, no dia 30 deste mês, a partir das 20h30min, a banda fará a abertura da festa de Halloween do Clube Barroso, de Rio Grande. Além deles o evento terá ainda Garotas da Rua, Gabardines, Kavookavala, que fazem releitura dos Raimundos, e Donna Lee, que vai levar o rock internacional. Ingressos antecipados a R$25,00.

Espaço cultural

Em meio a esse ressurgimento da banda, Ribeiro toca o Território, que de barbearia se transformou em espaço cultural. Mais que um local para fazer barba e cabelo, o Território abriga o espaço literário bar café e um estúdio de tatuagem, mas ao longo desses três anos agregou artistas visuais e grafiteiros que já fizeram exposições por lá e, antes da pandemia, chegou a apresentar eventos como sarau e violão e voz, atividades que ainda não foram retomadas por causa da pandemia.

Ribeiro diz que queria criar um lugar calmo, um ambiente que trouxesse pessoas que gostam de trocar uma ideia. "Um lugar em que o cliente tivesse um lugar tranquilo para ler um livro enquanto espera. Eu me importo com a qualidade do tempo que a pessoa vai passar aqui e a arte precisa de espaço."

Projeto

O Projeto #teatromunicipalagora foi criado como forma de incentivo aos artistas riograndinos, que através do espaço e estrutura cedidos pela Secretaria de Município da Cultura, Esporte e Lazer da prefeitura do Rio Grande podem apresentar a sua arte, no formato de shows virtuais disponibilizados para a comunidade, com a renda dos ingressos revertida para os próprios artistas dos diferentes segmentos e/ou formas de expressão.

A iniciativa, também objetiva perpetuar e disseminar a cultura no município, de modo a valorizar e destacar a importância do trabalho desenvolvido por estes artistas dentro do contexto histórico da cidade do Rio Grande. A proposta teve início no dia 21 de janeiro deste ano, com a adesão dos artistas locais, que já apresentaram mais de 30 espetáculos de música, dança e teatro no palco do Teatro Municipal do Rio Grande.

Serviço

O quê: Ever Racing no #teatromunicipalagora

Quando: quinta-feira (28), às 20h30min

Onde: Teatro Municipal do Rio Grande

Ingressos: https://bit.ly/3GogviC

 


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados