Prática

Conservatório oferece oficinas de aperfeiçoamento

Novo projeto da Assamcon tem foco na música popular

04 de Fevereiro de 2020 - 11h22 Corrigir A + A -

Por: Ana Cláudia Dias
anacl@diariopopular.com.br 

Sabrina Waltzer ministra as aulas de canto (Foto: Jô Folha - DP)

Sabrina Waltzer ministra as aulas de canto (Foto: Jô Folha - DP)

O Conservatório de Música da Universidade Federal de Pelotas (UFPel) abriga neste mês as Oficinas de Férias, uma nova atividade proposta pela Associação Amigos do Conservatório de Música (Assamcon), que tem como objetivo promover encontros para aperfeiçoamento técnico e também de preparação para o teste do Curso Avançado de Música, outro novo projeto da entidade que estreou no primeiro semestre do ano passado. As inscrições estão abertas até o dia 10 deste mês, das 14h às 17h30min, no prédio da Félix da Cunha, 651.

As oficinas, com carga horária de 10h, ocorrerão nos dias 12, 19 e 26 deste mês, das 18h15min e 20h45min, para as disciplinas de Violão popular, Violino, Canto Popular e Teoria e Percepção Musical.

A professora de Canto Sabrina Waltzer explica que o programa prevê encontros bem práticos, promovendo aprendizado rápido, dinâmico e concentrado. O público alvo das oficinas é quem está atuando e busca por mais conhecimento dentro da música popular. "Vamos ter um programa bem atualizado, com vocalizes com ritmos da atualidade", fala a professora.

As oficinas serão dinâmicas e em grupos. A professora comenta que independentemente do instrumento musical escolhido, todos têm que fazer a oficina de Teoria e percepção. Áreas que estarão bem conectadas uma com a outra durante os encontros.

O projeto também é uma oportunidade para quem quer conhecer e/ou se preparar para entrar no Curso Avançado de Música, que exige teste de ingresso. Ambas as iniciativas são pagas. O investimento na série de oficinas é de R$200,00.

Em módulos

Com uma pegada mais prática, o curso avançado também é destinado à comunidade em geral e é desenvolvido em módulos de dois meses. De acordo com a Assamcon, a proposta tem a "missão de sistematizar os princípios dos elementos da linguagem musical". As aulas vão dar oportunidade para quem tem pouco conhecimento em teoria a desenvolver a leitura e a percepção musical.

O curso Avançado ainda abre mais possibilidades de aproximar o Conservatório a um público que quer saber mais sobre música, mas não deseja fazer uma graduação na área. Mas sim se atualizar rapidamente. "Também aproxima mais o Conservatório da comunidade", projeta a professora.

No currículo estão quatro módulos para Teoria e Percepção Musical e seis módulos para Prática Instrumental, em aprofundamento crescente. O curso é oferecido para estudantes com idade a partir dos 14 anos, com conhecimentos prévios.

Os testes para ingresso no curso Avançado ocorrem em 2 de março, a partir das 17h, por ordem de chegada. A prova consiste em mostrar habilidades no instrumento de preferência. No dia 3 e março o teste avalia candidatos na área de Teoria e percepção. As matrículas ocorrerão dias 5 e 6 e o início das aulas ocorrerá dia 9 de março, com encerramento do semestre dia 3 de julho.

O aperfeiçoamento é em Violão (popular e erudito), Piano, (erudito), Teoria e Percepção Musical, Canto (popular e belting) e Canto (erudito). Formam o quadro de professores do curso os músicos, Ícaro C. V. Silva, Marcelo Cazarré, Pablo Cid Bember, Sabrina Waltzer e Natália Gonçalves.

Serviço

O quê: Oficinas de Verão

Quando: inscrições de 4 a 10 deste mês, das 14h às 17h30min

Onde: Conservatório de Música da UFPel, rua Félix da Cunha, 651


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados