Projeto

Concurso do Iconicidades encerra com 15 inscrições

Certame irá selecionar proposta para reforma do prédio da antiga Secretaria das Finanças

10 de Junho de 2022 - 20h41 Corrigir A + A -
O imóvel no Centro Histórico será o futuro Centro de Gastronomia Senac Pelotas, projeto em parceria entre a prefeitura e o Sistema Fecomércio-RS/Sesc/Senac. (Foto: Jô Folha - DP)

O imóvel no Centro Histórico será o futuro Centro de Gastronomia Senac Pelotas, projeto em parceria entre a prefeitura e o Sistema Fecomércio-RS/Sesc/Senac. (Foto: Jô Folha - DP)

O primeiro dos cinco concursos públicos de arquitetura promovidos pelo projeto Iconicidades, destinado a selecionar propostas para o Centro de Gastronomia de Pelotas, encerrou o período de inscrições na quinta-feira (9) com 15 equipes participantes.

Os profissionais têm até 17 de junho para entregar suas propostas conforme os parâmetros divulgados no edital. A avaliação será feita por arquitetos independentes contratados especificamente para participar da comissão julgadora, além de um representante indicado pelo município. O primeiro lugar receberá um prêmio de R$ 20 mil, além de ser contratado para desenvolver os projetos executivos e complementares, no valor de R$ 749.199,54. Para o segundo colocado, a premiação é de R$ 15 mil, e R$ 10 mil para o terceiro.

"Nossa expectativa é selecionar excelentes projetos, dado que a experiência do mercado mostra que escritórios de arquitetura de alta qualidade costumam participar de concursos ofertados Brasil afora", avalia o secretário de Planejamento, Governança e Gestão, Claudio Gastal.

Pelotas foi selecionada na primeira etapa do Iconicidades, junto com Rio Grande, Santa Maria, Cachoeirinha e São Leopoldo. Todas indicaram espaços arquitetônicos simbólicos em seus territórios, além de propostas de uso dos locais para iniciativas que estimulassem o empreendedorismo, a criatividade e a inovação. Os demais concursos seguem com inscrições abertas.

O projeto
O imóvel no Centro Histórico será o futuro Centro de Gastronomia Senac Pelotas, projeto em parceria entre a prefeitura e o Sistema Fecomércio-RS/Sesc/Senac. De acordo com a prefeitura, o objetivo é que o espaço contenha uma cozinha show, um café, espaço para a agricultura familiar, memorial do doce, criando um local de gastronomia, educação, cultura e turismo.

O prédio, localizado na Praça Coronel Pedro Osorio nº 67, foi construído entre os anos de 1926 e 1928, para sediar a 19ª agência do Banco do Brasil no país. Entre 1960 e 1970, o prédio passou a abrigar a Secretaria de Finanças de Pelotas, que permaneceu no local até 2010. O imóvel integra o patrimônio cultural do Município, protegido pela Lei nº 4.568/2000.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados