Música

Circuito Orelhas 2021/2022 traz Marina Sena a Pelotas

Além do município, a edição 2021/2022 do projeto ocorrerá em Porto Alegre, Santa Maria, Caxias do Sul e Uruguaiana

03 de Janeiro de 2022 - 07h54 Corrigir A + A -

Por: Redação
web@diariopopular.com.br

Cantora mineira vai se apresentar o Bloco bar (Foto: Divulgação - DP)

Cantora mineira vai se apresentar o Bloco bar (Foto: Divulgação - DP)

Na sexta-feira, 18 de fevereiro, o Circuito Orelhas, projeto patrocinado pela plataforma Natura Musical, promove a etapa de performances ao vivo em Pelotas com show de Marina Sena e os showcases de Laddy Dee, Cassi3 e Myro Rizoma no Bloco. Os ingressos já estão à venda pelo Sympla entre R$ 10,00 e R$ 20,00.

A edição 2021/2022 do projeto ocorrerá em Porto Alegre, Santa Maria, Caxias do Sul, Uruguaiana e Pelotas e conta com equipes técnicas selecionadas em cada localidade por meio de edital, além de showcases de grupos locais. A circulação conta também com performances de Tássia Reis, Filipe Catto, Brisa Flow e Jup do Bairro.

Marina Sena, é sem dúvida, um dos maiores sucessos musicais de 2021. A mineira apresenta seu álbum de estreia, De primeira, sucesso de público e de crítica. Um disco gostoso de ouvir, bom para dançar e mistura música pop com um som genuinamente brasileiro, sobre desejo, romance e paixão. O pop, o samba, o axé e a MPB falam mais alto na sonoridade de Marina. Mas, há ali também reggae, dancehall e doses cavalares de modernidade.

Som local

Além de Marina, três artistas locais se apresentam em formato showcase, a partir das 19h: Laddy Dee, Cassi3 e Myro Rizoma. Cantora há mais de 20 anos, Laddy Dee é filha da artista carnavalesca Maria Cristina Moraes que fundou em 2001 a Dona da Noite, primeira banda de carnaval pelotense com uma mulher à frente. Após o falecimento da mãe, assumiu a banda. Laddy participou de diversas bandas, incluindo o grupo de rap Mente Aberta. Em 2012 gravou sua primeira canção solo, chamada Jeito de estar. Conciliando o prazer pelo Rap, samba e black music, Laddy Dee circula com naturalidade pelos gêneros.

Cassi3 é uma cantora e compositora Drag Queen, criada pelo diretor audiovisual Cassiano Teixeira Rocha. Ativa desde 2018, está presente em espaços da comunidade artística LGBTQIA+ construindo um trabalho autoral que lida com sua própria experiência de autodescoberta e quebra de padrões, reflexões políticas e diálogo com o público jovem. São oito trabalhos musicais autorais lançados, sete videoclipes e um vídeo acústico. Em 2020, disponibilizou ao público o EP visual Estesia.

Myro Rizoma é cantor, músico autodidata e multi instrumentista, tendo como instrumentos principais o violão e o piano. Desde 2008 atua profissionalmente no cenário musical. Graduando em Ciências Musicais pela UFPEL, é educador musical desde 2015. Seu show "Porções de Tempo", em formato voz, violão, piano e computador, visa agenciar afetos e dispositivos musicais diversos. A performance oferece ao público um cardápio de sonoridades e ritmos diversos, entre timbres orgânicos e eletrônicos.

Música para mobilizar pessoas

O Circuito Orelhas foi selecionado pelo edital Natura Musical, por meio da lei estadual de incentivo à cultura do Rio Grande do Sul (Pró-Cultura), ao lado de Dessa Ferreira, Pâmela Amaro, Gravina DasMina e Feijoada Turmalina, por exemplo. No Estado, a plataforma já ofereceu recursos para 39 projetos até 2020, como Filipe Catto, Tem Preto no Sul, Borguetti e Yamandu, Zudizilla, Sons que Vem da Serra e Thiago Ramil.

"Natura Musical sempre acreditou na força da música para mobilizar as pessoas. Para refletir esse propósito e dar espaço a diferentes vozes, a plataforma apoia artistas, bandas e projetos de fomento à cena capazes de amplificar debates como a diversidade, a sustentabilidade e o impacto positivo na sociedade", afirma Fernanda Paiva, Head of Global Cultural Branding.

Além dos espetáculos, os integrantes dos showcases também assistem palestras com os artistas visitantes, que abordarão livremente aspectos relacionados às suas carreiras e o desenvolvimento para alcançar reconhecimento no mercado profissional.

O Circuito Orelhas foi criado em 2019 com o objetivo de fortalecer o cenário musical de Porto Alegre e impulsionar novos artistas, promovendo shows de variados portes, para públicos diversos e em diferentes palcos da cidade. Idealizado pelos produtores culturais Bruno Melo, Diego Groisman e Miriane Brock, o Orelhas promoveu desde sua criação 15 eventos, recebendo 41 artistas e 5 intervenções de arte visual em 8 palcos diferentes e um festival online, mobilizando ao todo 4.500 pessoas presencialmente e milhares de pessoas online. Os três amigos, apaixonados por música, trabalharam juntos na produção de alguns dos maiores shows que já ocorreram na cidade, como Rolling Stones, Paul McCartney, Roger Waters e Foo Fighters, e levam toda a expertise das mega produções para eventos independentes dentro e fora do palco.

Vendo a grande diferença de estrutura e mídia que artistas internacionais têm em relação aos artistas brasileiros, e ainda mais para artistas locais em início de carreira, o projeto se propôs a mudar aos poucos essa realidade. Ao longo do seu primeiro ano de vida, o Circuito Orelhas criou parcerias estratégicas com empresas locais para que a suas produções oferecessem todas etapas de um mega evento, como transporte, hospedagem, catering, mídia, nas devidas proporções, mas com qualidade, em um trabalho caloroso e atencioso com todos artistas.

Para acompanhar as novidades e saber mais informações sobre a edição 2021/2022 do Circuito Orelhas, acesse o perfil do projeto: https://www.instagram.com/circuitoorelhas/


Shows:

Porto Alegre

Quem: Tássia Reis + Nego Joca, Baile do Duda & Daw e Nina Fola

Quando: 13 deste mês

Onde: no Agulha - rua Conselheiro Camargo, 300

Ingressos: a R$ 20,00 (https://www.sympla.com.br)

 

Santa Maria

Quem: Filipe Catto + Agostta, Evelíny Pedroso, Gabro Demais

Quando: 21 deste mês

Onde: no Theatro Treze de Maio - Praça Saldanha Marinho, s/n -

Ingressos: entre R$ 10,00 e R$ 20,00

 

Caxias do Sul

Quem: Brisa Flow + Oderiê, W Negro e Banda Teto

Quando: 28 deste mês

Onde: na Fluência Casa Hip Hop, rua Francisco Barbosa Velho, 132

Ingressos: entre R$ 10,00 e R$ 20,00

 

Uruguaiana

Quem: Jup do Bairro + Nandico Saldanha, MEC Johnny e Rasta Rap

Quando: 11 de fevereiro

Onde: no Ferrovia Barm rua General Câmara, 1.382

Ingressos: entre R$ 10,00 e R$ 20,00

 

Pelotas

Quem: Marina Sena + Laddy Dee, Cassi3 e Myro Rizoma

Quando: 18 de de fevereiro

Onde: no Bloco, rua Antônio dos Anjos, 1.020

Ingressos: entre R$ 10,00 e R$ 20,00 (https://bit.ly/3JyAnRY)

 

 


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados