23 de Fevereiro de 2021 - 05h00

Sacada Cidadã - segunda parte

Por: Diário Popular

Por: Ingo Stumm Junior, colaborador
ingovolei@gmail.com

Hoje seguimos falando do Sacada Cidadã, projeto de iniciação ao vôlei da Secretaria Municipal de Educação da Prefeitura de Pelotas. Perdeu a primeira parte, na coluna anterior tem os detalhes de como tudo começou. Quero começar com um fato importantíssimo para o Sacada que foi a inauguração do Ginásio Municipal da Educação Orocindo "Karosso" em 2017. Ponto central da cidade, ele oportuniza um núcleo à toda criança ou jovem que quer aprender o vôlei.

Com toda a estrutura a disposição, temos um ginásio de qualidade onde realizamos além das nossas aulas nossos encontros de núcleos. Outro fator importante foi a parceria com as escolas municipais, criando núcleos do Sacada dentro destas escolas, para os alunos da escola aprenderem o vôlei e também representarem sua escola nos jogos escolares. Desta forma qualificando os jogos escolares, onde por diversas vezes tivemos escolas/núcleo fazendo finais nas categorias infantil do JEPEL (Jogos Escolares de Pelotas). Destaco aqui um núcleo em uma escola na zona rural da cidade, onde os alunos estão tendo uma oportunidade espetacular de vivenciar o vôlei. Percorrem quilômetros de distância para chegar na escola e treinar vôlei.

Dentre os vários destaques que o Sacada oportunizou, temos os alunos sendo boleiros no campeonato adulto de voleibol da Federação Gaúcha de Vôlei, podendo vivenciar de pertinho jogos de alto nível, com atletas profissionais. A maioria dos alunos do Sacada já tiveram a oportunidade de ganhar um par de tênis, numa ação da Smed para alunos carentes. Parceria com lancheria, onde após o treino os alunos do Núcleo SEST/SENAT ganhavam um lanche. Uma data marcante foi o dia em que cada aluno recebeu uma camiseta de treino.

O Sacada já teve alunos que se destacaram tecnicamente e foram treinar em clubes da cidade, inclusive participando do campeonato municipal. Outro destaque especial fica para o Encontro de Núcleos, evento que acontece anualmente, onde realizamos uma tarde especial com os núcleos reunidos no ginásio Karosso, jogando, confraternizando, competindo, fazendo amizades, recebendo lanche e todos saindo felizes com uma medalha no pescoço. Tudo isso levou ao reconhecimento da Federação Gaúcha de Voleibol, na figura do professor Carlos Cimino, concedendo o prêmio Mérito Esportivo Gaúcho em 2018.

Jamais vou esquecer o dia em que o aluno Guilherme Dallmann me procurou no ginásio Karosso, para me presentear com a primeira medalha dele, ganha num torneio fora do projeto. Aquela medalha tinha um valor tão grande pra ele, mas ele entendeu que deveria reconhecer quem proporcionou a oportunidade, o aprendizado para alcançar aquela medalha. Em tantos anos trabalhando com o vôlei, este foi o primeiro gesto que vi de um aluno, de uma grandeza ímpar, um gesto de gratidão que vale todo o esforço de sair de casa, deixar família e atender centenas de alunos todos os dias. Em média por ano temos 180 alunos vivenciando o voleibol através dos núcleos, onde diversos professores já passaram pelo Sacada dando a sua contribuição.

Atualmente os professores Rafael Carvalho, Fernanda Leal, Paulo Hintelholz e Felipe Nogueira vestem a camiseta do Sacada, tendo um papel fundamental na sequência do projeto, atendendo no Karosso ou em suas escolas. Vamos cumprindo nosso papel social, oportunizando à comunidade espaços de qualidade para que nossos alunos possam praticar o voleibol e usufruírem daquilo que compreendemos como esporte educacional. Uma ferramenta poderosa que já conseguiu alcançar alguns objetivos e eles são alcançados a cada treino, dentro da quadra e fora dela. O esporte como ferramenta de educação é algo que todos da Smed acreditamos, e como equipe juntamente com o pessoal do Projeto Vida Ativa, fazemos de tudo o que está ao alcance para alavancarmos o esporte em nossa cidade. Falar do Sacada é como falar de um filho, que foi dando os primeiros passos e segue dando alegria pra todos que dele participam.

Precisamos melhorar e somos desafiados a todo o instante, para nos qualificarmos, nos atualizarmos e com criatividade alcançarmos mais crianças. Exemplo disso foram as aulas virtuais durante a pandemia e as lives via rede social, aproximando treinadores e atletas campeões olímpicos da comunidade local. Queremos mais, sim, muito mais. Porque acreditamos que o esporte pode mais, que ele pode ser um meio e não um fim, que o vôlei pode ser uma oportunidade, uma grande sacada, uma Sacada Cidadã.

Comentários Comente