23 de Agosto de 2021 - 00h17

Brasileiro em ascensão no UFC

Por: Pluralidade Esportiva

Por: Bruno Bohm

Filho de pai chileno e mãe brasileira, Vicente Luque começou nas artes marciais na adolescência, quando praticou karatê, muay thay e jiu-jistu. Fez sua transição para o MMA em 2008. Mais tarde foi participante do The Ultimate Fighter 21 (TUF21), reality show do UFC, e assinou em 2015 com o evento, no qual se destaca até hoje.

Vindo de grande vitória por finalização no UFC 265 contra o americano Michael Chiesa, o brasileiro vive um grande momento na carreira. Atual quarto colocado no ranking dos meio-médios (77kg) da organização, está em busca do cinturão da categoria.

Luque tem se mostrado um lutador completo. Agressivo, sempre busca a trocação, mas também conta com um ótimo repertório na luta agarrada. Em sua última apresentação, venceu Chiesa na área que, teoricamente, o adversário levava vantagem: o jogo de chão. Somando essa vitória ao cartel, Luque chegou ao seu décimo triunfo nos últimos 11 combates e alcançou quatro vitórias seguidas no Ultimate.

À sua frente no ranking estão o campeão Kamaru Usman e Colby Covington, que se enfrentam em novembro, Gilbert Durinho e Leon Edwards. Estes ainda não têm luta marcada, mas podem até se enfrentar - isso se o americano Jorge Masvidal, que tem um grande valor comercial para a franquia e é sexto no ranking, não furar a fila. Vale lembrar que Luque e Durinho dificilmente se enfrentariam, pois são parceiros de treino e amigos pessoais. Como Durinho disputou o cinturão recentemente, a maior probabilidade é que Luque seja o reserva na luta pelo título, entrando caso o campeão Usman ou o desafiante Covington sofram alguma lesão ou impedimento.

Por enquanto nos resta aguardar os próximos capítulos da categoria. O fato é que Vicente Luque é um dos destaques do Brasil no UFC e uma ameaça real ao campeão.

-  próximo

Comentários Comente

Diário Popular - Todos os direitos reservados