11 de Julho de 2022 - 19h42

F-1: Na casa da Red Bull, Leclerc desbanca Verstappen e vence GP da Áustria

Por: Pluralidade Esportiva

Por Estéfano Butzge, jornalista

Embalada pela vitória no GP da Inglaterra, a Ferrari continua o seu bom momento. Desta vez, na Áustria, foi a vez de Charles Leclerc triunfar no Red Bull Ring, casa da Red Bull, que viu Verstappen com um ritmo bem inferior aos carros da escuderia de Maranello. Destaque também para Hamilton, que terminou em terceiro e soma três pódios nas últimas três corridas.

Na largada, Verstappen manteve a liderança, mas logo atrás, Pérez e Russell se enroscaram e pior para o piloto da RBR, que parou na caixa de brita e precisou ir aos boxes. Pelo incidente, o inglês recebeu cinco segundos de punição.

Mesmo em segundo, Leclerc imprimia um ritmo forte e começou a descontar a diferença para Verstappen, até que na volta 12, o monegasco assumiu a ponta da prova. Duas voltas depois, a Red Bull chamou o atual campeão para os boxes, enquanto a Ferrari só parou seus pilotos nas voltas 27 e 28.

Quem também fazia uma boa corrida era Hamilton. Mesmo não brigando pelas primeiras posições, escalou o pelotão e se colocou na briga pelo pódio. Na volta 33, pela segunda vez, Leclerc ultrapassou Verstappen para reassumir a liderança. A RBR chamou o holandês mais uma vez para os boxes, enquanto Sainz pulou para a segunda posição. Lecler fez sua segunda parada na volta 50 e Sainz na 51.

Nitidamente com um ritmo melhor, Leclerc não tomou conhecimento e passou Verstappen pela terceira - e última - vez na volta 53. Sainz também chegou na briga, e quando o espanhol assumiria a segunda posição da prova, o motor da sua Ferrari explodiu e pegou fogo. Com isso, Hamilton se aproveitou para herdar a última vaga no pódio.

O que parecia ser uma vitória tranquila, virou drama na reta final de corrida. Leclerc relatou problemas em seu acelerador, mas Verstappen não conseguia ter ritmo para tentar tomar a ponta da prova. Sendo assim, o piloto da Ferrari venceu a sua terceira prova no ano.

No restante do pelotão, mais uma boa corrida para a Haas, que viu seus dois carros terminarem na zona de pontuação. Russell manteve a constância e terminou em quarto. Ocon, mesmo com uma prova discreta, terminou em quinto. E Albon, com a Williams, fechou o top-10.

-  próximo

Comentários Comente

Diário Popular - Todos os direitos reservados