Opinião

Síndrome de Mister Bean

05 de Março de 2018 - 05h00 0 comentário(s) Corrigir A + A -

Por: Larrissa Leão

Eu vi gente fraudar as cotas, eu vi gente trair, eu vi gente deixar gente boa na mão. Eu vi gente desistir de sonhar enquanto babaca levantava o canudo na mão. Eu vi gente que, de esperar tanto sentado, chorou.
Eu não sei se tu já viste - e se não viste ainda, é melhor não continuar lendo o que eu tenho pra te dizer: o mundo é mau. E isso é uma grande injustiça.

Lara, uma amiga minha, já tentou me convencer de que a vida é um grande boomerang, e de todo aquele papo good vibes de que as pessoas do bem vão se dar tão bem quanto merecem se dar bem em vida. E a mesma lógica valeria para a gurizada que gosta de aprontar. Não me dou por satisfeita. Eu já vi muita coisa ruim. Minha mãe já acha que esse negócio só pode se dar em morte: “Eles vão se ver com Deus”.

Acredito em Deus, acredito mesmo. Sou cristã. E, honestamente, esse mundo é tão mau que uma coisa boa assim só pode acontecer em um lugar bem longe daqui. Minha mãe sempre tem razão.
Mas é muito confortável. Dói tanto ver gente boa se dar mal que a gente joga a justiça pra eternidade, e Deus que resolva. E, vou te dizer uma coisa, Deus é tão do bem, mas tão do bem, que Ele é capaz de perdoar todo aquele que não foi tão do bem assim durante toda a vida.
Voltamos ao início de tudo.

Mãe e Lara, eu não tenho boas notícias.

Eu vi muita coisa - e tenho certeza de que não vi nem a metade do que poderia ter visto. Que bom. Inocência visual é a forma mais eficiente de profilaxia contra um mundo ruim desses. E não falo isso dos meus olhos pondo-os em posição de superioridade; pondo-me ao lado da Madre Tetê ou do Gandhi. Inclusive, se tu quiseres saber das minhas maldades, a gente pode se encontrar na Gonçalves, à tardinha, e eu posso te contar. Ainda assim, te garanto uma coisa: procuro me livrar delas antes de deitar para dormir (é aquele ditado sobre consciência limpa e travesseiro macio).

O mundo é mau, a vida é injusta. Se tu estás fazendo tudo certinho na tua vida e ainda não chegaste onde tu queres, eu te trago hoje uma revelação: talvez tu nunca chegues - talvez tu demores para chegar e chegues, também (não sou tão pessimista quanto está parecendo).

Mas a verdade é que a vida não é um boomerang. Ela é o que é. Ela é o que está sendo. E, ainda assim, vale a pena. Na dúvida disso, eu te convido a assistir comigo a todos os episódios do Mister Bean e encontrar um, unzinho em que ele tenha se dado bem. É trabalhador, educado, bem-humorado - e dorme com um urso de pelúcia. Tem como uma criatura dessa se dar mal na vida? Tem como. Mas ele segue ali.

E a gente segue aqui, dando umas boas risadas.


Comentários

Diário Popular - Todos os direitos reservados