Editorial

O SUS deve chegar pelo celular

23 de Julho de 2018 - 05h00 0 comentário(s) Corrigir A + A -

Uma novidade divulgada pelo Ministério da Saúde na última semana deverá gerar mais comodidade e segurança aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS). Com a última atualização do sistema e-SUS AB, os usuários deverão passar a receber notificações de consultas agendadas. Mas isso dependerá de cada cidade.
Para que isso ocorra, os municípios que utilizam o Prontuário Eletrônico do Cidadão ou coleta de dados simplificada devem passar a usar a versão mais recente disponibilizada do sistema.

Em Pelotas, a implantação do prontuário eletrônico foi concluída há um ano. Em reportagem ao Diário Popular, no final de 2017, a secretária da Saúde na época informou investimentos de R$ 1 milhão na compra de equipamentos para que os prontuários chegassem às 50 unidades de saúde, além de outros R$ 8,6 mil mensais para manter a internet e a operação do sistema nesses locais.

Agora, segundo o Ministério, com a nova versão também será possível registrar vacinação dos usuários no documento eletrônico, possibilitando um histórico de todas as ações do cidadão em um mesmo local
Essa nova versão do sistema e-SUS Atenção Básica será disponibilizada aos gestores do SUS. Com a atualização, os pacientes poderão receber notificações das consultas agendadas nas Unidades Básicas de Saúde (UBS), pelo aplicativo do Ministério da Saúde.

Entre as novas funcionalidades da última atualização, os profissionais de saúde também poderão registrar no prontuário eletrônico as vacinas aplicadas, permitindo armazenar todas as ações de saúde do cidadão em um mesmo local. A medida possibilita acessar o histórico do usuário em todos os serviços do SUS que estejam informatizados. A nova versão foi aprovada na Comissão Intergestores Tripartide (CIT).

Os dados são coletados de forma individualizada, podendo ser identificados com o número do Cartão Nacional de Saúde (CNS) do cidadão por meio do e-SUS AB. Os sistemas da Estratégia e-SUS AB são usados desde 2013 e são atualizados constantemente. Com isto, os municípios que utilizam o Prontuário Eletrônico do Cidadão ou coleta de dados simplificada devem usar a versão mais recente disponibilizada do sistema, garantindo a qualidade na transmissão dos dados coletados.


Comentários

Diário Popular - Todos os direitos reservados