Estilo
Ajuda natalina

Cultura é arte e também solidariedade

Em período natalino, se plurificam ações culturais cujo principal objetivo é angariar brinquedos a serem distribuídos pela periferia de Pelotas

23 de Dezembro de 2017 - 12h30 Corrigir A + A -
Marcelo Rubira arrecadou doações em festival realizado no dia 16. (Foto: Gabriel Huth)

Marcelo Rubira arrecadou doações em festival realizado no dia 16. (Foto: Gabriel Huth)

Diabluras terá Serginho nesta sábado. (Foto: Chico Maximila)

Diabluras terá Serginho nesta sábado. (Foto: Chico Maximila)

Xavabanda realizará samba especial. (Foto: Jô Folha)

Xavabanda realizará samba especial. (Foto: Jô Folha)

As doações para o Natal do Guetto podem ser feitas até o domingo na Mercado Skate Shop ou através do telefone (53) 99104-3993. (Foto: Divulgação)

As doações para o Natal do Guetto podem ser feitas até o domingo na Mercado Skate Shop ou através do telefone (53) 99104-3993. (Foto: Divulgação)

Arte transforma, essa é uma das frases do ano. Mas ela transforma de diferentes formas. Pode dar oportunidade a quem nunca teve, pode fazer ótimo um dia que estava ruim e, principalmente quando chega dezembro, surge o poder de servir como plataforma para solidariedade e exemplo para o futuro. Em Pelotas, diversas iniciativas culturais arrecadarão brinquedos e alimentos que serão distribuídos pelas zonas mais carentes da cidade.

O cachê da banda espanhola Entröpiah não era caro. O produtor Marcelo Rubira, então, resolveu pagá-lo do próprio caixa e fazer da estreia do grupo europeu de grindcore em Pelotas um evento beneficente - o ingresso foi um quilo de alimento não perecível. A ideia deu certo e, dias depois, ele realizou a entrega das doações no anexo 3 da Escola São Francisco de Assis. Lá, foi surpreendido pelos pedidos das crianças que, apesar de contentes e agradecidas pelos alimentos, perguntavam a todo momento por brinquedos, Natal, Papai Noel.

Sensibilizado, Rubira organizou, já para a semana seguinte, um festival no estúdio Bokada, por ele gerenciado, com o intuito de arrecadar brinquedos. Os shows da Suburban Stereotype - lançando o disco Leitmotiv - Aborto Podre e Sinais de Fumaça ocorreram no dia 16 e o ingresso, novamente, foi tão somente a doação, resultando em cerca de cem brinquedos arrecadados.

Tudo será entregue ao projeto Garagem Solidária, que buscará um bom destino às boas ações de quem aliou prazer musical com fazer o bem. O projeto, que conta com vinte voluntários, realiza trabalhos na cidade há cinco anos. São doações de roupas e alimentos e atendimentos aos domingos no Pronto Socorro de Pelotas (PSP) e a moradores de rua. Só em 2017 já foram distribuídos 400 brinquedos.

Jaqueline Correia, uma das voluntárias do Garagem Solidária, rasga elogios à atitude de Rubira, alguém que não tinha obrigação de colaborar com a sociedade dessa forma. “Pra mim é o mais fantástico. São pessoas que não estão exatamente ligadas ao solidário, mas que nos buscam para contribuir. Mostra uma maior conscientização da população”, comenta.

Samba e boa ação
A Xavabanda, entidade carnavalesca pelotense que completa dez anos em 2017, tem a base de acompanhantes formada principalmente por pessoas de baixa renda. Na esteira das comemorações de uma década de existência, resolveu retribuir unindo aquilo que sabe fazer de melhor, o samba, com a doação de brinquedos no Natal. Será no sábado, às 19h, na quadra de ensaios do grupo.

O presidente da entidade, Fagner Feijó, conta ao caderno Estilo que o Carnatal é realizado todos os anos, mas em 2017 ocorrerá pela primeira vez com caráter solidário. “Nosso público tem menos condições, chega a sofrer preconceitos por conta disso. Então é uma forma de retribuir o carinho recebido nesses anos todos. Uma contrapartida”, comenta. As doações - espera-se dois mil brinquedos, além de alimentos - serão entregues, primeiramente, na região da Várzea de Pelotas. Uma outra parte será entregue após um mapeamento feito por um parceiro especializado em Assistência Social.

Rimas conscientes
Quando ainda não era Guido CNR, Leandro Fagundes passou por dificuldades. Natais e aniversários, por exemplo, não eram sinônimo de alegria, mas sim de vazio pela ausência de brinquedos recebidos, algo que a sociedade faz parecer como normal, mas que, em um olhar mais profundo, se percebe que não o é.

Adulto e com condição um tanto melhor, resolveu contribuir para que aqueles que agora são crianças tenham algo de conforto. Surgiu aí, há cinco anos, o projeto Natal do Gueto, como sequência de shows que anteriormente já fazia com o objetivo de arrecadar alimentos. Próximo do fim do ano, lembrou da importância dos brinquedos. “Me coloquei no lugar deles, pois sei do sentimento que tem quando isso acontece e sei da importância de ser lembrado e contemplado de alguma forma”, comenta.

A 5ª edição provavelmente não terá o mesmo formato dos anos anteriores - por falta de apoio, não será possível realizar um evento de fato com shows. Mas muitos brinquedos já foram arrecadados e serão distribuídos durante o fim de semana no Dunas. “O rap da minha época era consciente, os rappers nunca foram só artistas, mas sim ativistas. Sigo essa ideologia. O fato de ter vindo do mesmo lugar que essas crianças pode refletir na atitude futura deles, de um dia vencer na vida e retribuir a quem precisa”, finaliza.
As doações para o Natal do Guetto podem ser feitas até o domingo na Mercado Skate Shop ou através do telefone (53) 99104-3993.

Curtir e contribuir
O Diabluras costuma ser um local de arte, cultura e curtição noturna. Dos mais carismáticos e diferenciados de Pelotas, é possível dizer. Em uma das últimas noites de 2017, porém, o objetivo é aliar essas características ao caráter solidário. No sábado, ocorrerá o Natal Session, espécie de minifestival cujo objetivo é arrecadar brinquedos e alimentos que serão distribuídos pela cidade. Até o momento, cinco atrações estão confirmadas: Serginho da Vassoura & banda Ilusionismo Sonoro, Sombra de Marte, Bruna Santos, Samba da Meia Noite e Jeff & Banda da Bênção.

Jeff Soares, organizador do evento, explica que a ideia surgiu na esteira de se pensar a música como um instrumento de amor, paz e caridade. “Eu mesmo fui salvo por ela quando me encontrava em depressão. Desde então tenho organizado festivais beneficentes, convidando os amigos pra compartilhar sua arte em prol do próximo. Creio que se cada um fizer um pouco, doando um pouco de si, teremos um mundo melhor e crianças sorrindo pra enfrentar esse país que nós vamos deixar pra eles.” O Diabluras fica na Félix da Cunha, 954.

Nova casa, causa nobre
Skye Beach Club, banda Sente o Clima e amigos também organizam Pré-Natal Solidário neste sábado, arrecadando brinquedos e alimentos não perecíveis para crianças carentes. A doação vale como ingresso. A festa inicia às 19h com as atrações: Felipe Barreto, Área VIP, Jeff e Banda, DJ Khalif, Algo Novo, Sente o Clima Samba Club, Samba Solto, Matheus Almeida, Rodox e Mariana Maciel. A boate fica na avenida Adolfo Fetter, 3.100.

Comentários Comente

REDES SOCIAIS

Diário Popular - Todos os direitos reservados