Estilo
Coluna

Doze cantos ibéricos, o disco para ouvir

07 de Outubro de 2017 - 06h00 Corrigir A + A -

Por Joari Reis

Nas próximas semanas estará sendo lançado em Pelotas um álbum de produção primorosa, um CD com gravações feitas num estúdio profissional da cidade.

Doze cantos ibéricos e uma canção brasileira é um trabalho de peso da dupla Marco Aurélio Vasconcellos e Martim César, um desfile melódico de música basicamente gaúcha dedicada aos povos da Península Ibérica, Portugal e os telhados de Lisboa, a Coimbra e seus doutores, a cidade do Porto e seu cais de onde partem os barcos com seus vinhos famosos. Do norte com a Galícia e Santiago de Compostela, Segóvia e Castilla e Leon, passando pelo Rio Ebro, chamado de Iberos pelos romanos, razão do nome da Península. E navegando pois navegar é preciso chegaremos às margens do Tejo e logo adiante ao mar e as nove ilhas do arquipélago dos Açores.

Doze cantos ibéricos não é mais um disco, é uma joia incrustada num anel de ouro. Nela se pode ler a história de Inês de Castro e seu trágico fim; a origem dos chopais de Coimbra e os versos de Saramago, Camões e Cervantes. Neste disco podemos ouvir ao fundo os fados dos bairros lisboetas de Mouraria e de Alfama. Iluminado pelo farol do Fim do Mundo chego ao final de um disco que é arte e história, a cultura para ouvir em casa. Não deixe de adquirir!

A vitória dos filmes portugueses
Em São Petersburgo, Rússia, foram escolhidos e premiados os melhores filmes europeus sobre turismo. Portugal distinguido como o maior divulgador do turismo recebeu nada menos do que 37 troféus em São Petersburgo. Quem costuma ir a Portugal não estranha tamanha premiação. É fácil rodar uma fita turística sobre a terra de nossos ancestrais, basta sair por suas freguesias e cidades flagrando imagens de admirável beleza, seus lindos prédios, suas igrejas, seus olivais e videiras nas encostas da serra como Serra da Estrela, o ponto mais alto do país onde se fabrica um queijo e artesanato da melhor qualidade. Temos orgulho por fazermos parte de sua História. Vá a Portugal pois não viu nada igual.

Você já viu a execução de uma marimba?
Uma adolescente bonita, alegre e talentosa encantou o público do Teatro Franco Zampari em São Paulo tocando com maestria um instrumento nada usual, uma marimba ou xilofone africano. Em uma mesa placas metálicas são percutidas por um grupo de baquetas, dispostas nas duas mãos. As músicas mais difíceis parecem fáceis quando tocadas por uma instrumentista de tanta qualidade.

O programa Prelúdio da TV Cultura é ao meio-dia aos domingos, canal 520 da NET. Não perca!

Comentários Comente

REDES SOCIAIS

Diário Popular - Todos os direitos reservados