Arrecadação 09 de Janeiro de 2013 - 17h00

Detran eleva taxas em até 130%

O aumento, aprovado pela Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul em junho de 2012, entrou em vigor com a chegada do novo ano

Por: Vinícius Waltzer
vinicius@diariopopular.com.br

Nos Centros de Formação de Condutores (CFCs) ainda não há alteração nas tarifas (Foto: Roberto Dias - Especial DP)
Nos Centros de Formação de Condutores (CFCs) ainda não há alteração nas tarifas (Foto: Roberto Dias - Especial DP)

O contribuinte que procura o Departamento Estadual de Trânsito (Detran/RS) para solicitar serviços como registros de compra e venda e transferências de veículos já encontra taxas até 130% mais caras. O aumento, aprovado pela Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul em junho de 2012, entrou em vigor com a chegada do novo ano e deve ampliar a arrecadação do órgão em pelo menos R$ 150 milhões anuais.

Segundo a nova tabela disponível no Centro de Registro de Veículos Automotores (CRVA) de Pelotas, a emissão de Certificado de Registro do Veículo (CRV), efetuada na compra ou transferência de propriedade, que até dezembro era de R$ 40,95, passa a custar R$ 98,34, valor mais de duas vezes o anterior. A alteração de características do veículo, que saía por 93,28, passa a custar 208,81 para veículo médio e 234,97 a veículos pesados.

Além das mudanças nos valores, a medida aprovada em junho passado trouxe outra surpresa. O aumento, que geralmente acontece a partir do segundo mês do ano, passou a valer já no início de janeiro, tirando do contribuinte um mês para que solicitasse os documentos antes que os preços subissem.

Taxas para a CNH
Nos Centros de Formação de Condutores (CFCs) ainda não há alteração nas tarifas. Segundo informações em um dos CFCs da cidade, as tarifas costumam ser reajustadas em fevereiro, mas não houve anúncio oficial do Detran a respeito. Quem pretende retirar a primeira via da Carteira Nacional de Habilitação categoria B paga agora R$ 1.069,30.

Comentários
Comentar

Verificação: 7356

  • Gladimir A. Machado 09 de Janeiro de 2013 - 10h08

    As fraudes ocorridas no DETRAN-RS no Governo da Exma. Sra. Ieda nem foram apuradas e já temos outro caso de Terrorismo Financeiro por parte do Exmo. Sr. Tarso, acuando a População Gaúcha que inevitavelmente não tem como escapar de mais esse absurdo aumento de preços em tarifas públicas, por que quem necessita trabalhar tem que se submeter a esse abuso financeiro por parte do Governo Estadual, será que esses aumentos são necessários? Por favor, bem que o Ministério Público poderia investigar esse aumento abusivo, acho que os envolvidos nas fraudes do DETRAN não foram nem julgados, e já nos convocam para tapar o furo financeiro que outros deixaram, ABSURDO! .

  • Luiz Alberto Gama 10 de Janeiro de 2013 - 10h56

    Eu não me surpreendo de mais nada, principalmente das coisas quem vem dos governadores e outros políticos, sempre achando uma forma de criar mais taxas e/ou impostos para realizar os desvios, porque melhorias na sociedade como saúde, educação e segurança, por exemplo, a nossa população não sabe nem o que isso significa. Portanto, acho um absurdo os veículos ficarem mais velhos e desvalorizados e o DETRAN por sua vez diz que iria baixar em até 20% o IPVA, mas por outro lado dobra os valores das taxas de serviços e ainda ficam inventando outras para aumentar a arrecadação. Isto é uma vergonha!!!.

  • Giuli 12 de Janeiro de 2013 - 10h57

    Olha isso....


TOPO
Esconder barra