Mobilização

Greve nos Correios tem adesão de 70%

Em funcionamento estão o setor de encomendas, que trabalha com a metade do efetivo, e o de cartas, com 30%

12 de Março de 2018 - 11h02 Corrigir A + A -

Por: Tânia Cabistany
taniac@diariopopular.com.br 

 (Foto: Gabriel Huth - DP)

(Foto: Gabriel Huth - DP)

No primeiro dia de greve nos Correios, o movimento em Pelotas tem a adesão de 70% dos servidores. Em funcionamento estão o setor de encomendas, que trabalha com a metade do efetivo, e o de cartas, com 30%.

O delegado sindical do Centro de Distribuição Domiciliar (CDD), Luiz Antônio Machado, destaca que a persistir a mobilização deve acumular um volume considerável de correspondências, que já estavam chegando à cidade com dois ou três dias de atraso e eram entregues cinco dias depois nas residências.

A greve é motivada pelo risco de perderem a isenção da mensalidade ao plano de saúde, assim como a inclusão de dependentes como pai e mãe. As alterações sugeridas ao plano pela empresa serão analisadas nesta tarde (12) pelo Tribunal Superior do Trabalho (TST).

O número reduzido de funcionários e o cancelamento de férias também figuram entre os motivos que levaram a categoria a paralisar as atividades em todo o País.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados