Na mira

Troca de tiros entre BM e suspeitos deixa dois baleados na Zona Norte de Pelotas

Foi durante uma perseguição que teve início na próximo ao Getúlio Vargas e terminou no corredor do Obelisco; dois fugiram

19 de Fevereiro de 2018 - 08h50 Corrigir A + A -

Por: Redação
web@diariopopular.com.br

Matéria atualizada às 11h31min para acréscimo de informações

Mais uma noite violenta para moradores dos bairros Getúlio Vargas, Jardins das Tradições e Obelisco, em Pelotas. Eles foram surpreendidos pelo barulho dos tiros e sirenes de viaturas da Brigada Militar e ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) depois 22h de domingo (18). Foi durante uma perseguição entre BM e ocupantes de um Xsara Picasso preto, com placas de Criciúma. A suspeita da polícia foi após comunicado via rádio de disparos de arma de fogo, sendo que a abordagem teria iniciado no bairro Getúlio Vargas. A ação aconteceu um dia depois que duas pessoas foram mortas no mesmo local.

Segundo a BM, os fugitivos começaram a atirar contra a viatura e teve início a perseguição. Mais viaturas deram reforço à ação, uma vez que os fugitivos percorreram perigosamente por ruas de diversos bairros ainda baleando os carros policiais. Os oficiais, então, revidaram os tiros e dois dos criminosos teriam pulado do carro e fugido pelo matagal. Os demais, já baleados, se entregaram próximo à pista da Apa, na avenida Leopoldo Brod. 

T.A.B., 25 anos e A.G., 30 anos, foram socorridos pelo Samu e levados para o Pronto-Socorro de Pelotas (PSP), onde estão sob custódia. Um deles contou à polícia que eles não teriam reconhecido o carro da corporação durante a abordagem e por isso fugiram. No entanto, dentro do veículo preto foram encontradas sete munições de pistola 9mm e munições de calibre 38 três deflagradas e três intactas. Próximo ao carro, a polícia ainda encontrou um revólver calibre 38 com numeração raspada, cinco tiros, dois deflagrados e três intactos. Nenhum policial ficou ferido.

 


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados