Festas

Após chuva, folia continua

Na passarela da Doce Folia se apresentarão bloco, bandas e a única escola de samba desta edição, a Academia do Samba

12 de Fevereiro de 2018 - 07h00 Corrigir A + A -

Por: Ana Cláudia Dias
anacl@diariopopular.com.br 

Apesar do pouco público nas primeiras horas de desfile, o sambódromo ficou mais movimentado a partir das 23h30min do sábado (Foto: Gabriel Huth - DP)

Apesar do pouco público nas primeiras horas de desfile, o sambódromo ficou mais movimentado a partir das 23h30min do sábado (Foto: Gabriel Huth - DP)

O Carnaval na passarela do samba, em Pelotas, começou oficialmente no final da tarde de sábado. Ao som de sucessos do momento e antigas composições, a banda Empolgação cumpriu o rito e abriu a folia na região do Porto. A noite ainda teve mais oito atrações, que mantiveram o público até o início da manhã de domingo. As atividades, no domingo, começaram às 18h30min, com a banda Cultural e Comunitária Explosão e prosseguiram com mais seis agremiações entre bloco infantil, escolas de samba mirins e bandas. Na segunda (11), a festividade será retomada, a partir das 21h, com a Lobos da Cerca.

As bandas Empolgação e Cruzmaltense e o bloco Integração, Saúde e Educação foram, respectivamente, as três primeiras atrações na passarela do samba em Pelotas, neste sábado. Os desfiles começaram às 17h com toda a alegria dos cerca de 1,3 mil integrantes da Empolgação.

O diretor de Manifestações Populares, Paulo Pedroso, avaliou a noite de estreia na passarela como tranquila. "Deu tudo certo", comentou.

Apesar do pouco público nas primeiras horas de desfile, o sambódromo ficou mais movimentado a partir das 23h30min, quando começaram a passar os burlescos. Segundo Pedroso, foram vendidas quase todas as mil cadeiras disponibilizadas e é normal ter alguns momentos de menor plateia, porque muitas dessas pessoas que estavam assistindo também desfilaram. "É normal esse rodízio. O pessoal assiste, enquanto espera a sua vez de desfilar. O Bafo da Onça, por exemplo, entrou com mais de três mil integrantes", comentou.

De Raça Negra ao Vando
Este ano, a banda Empolgação homenageou João Simões Lopes Neto, com fotografia do escritor regionalista na frente das camisetas e informações sobre o legado do pelotense no verso. Entre os hits que embalaram o público estavam Cheia de manias, do Raça Negra, K.O, de Pabllo Vittar, Fogo e paixão, de Wando, e a marchinha Está chegando a hora, no encerramento.

No meio do desfile, que durou cerca de uma hora e meia, a bateria silenciou para prestar uma homenagem e ser definitivamente batizada. A partir desta edição, o grupo de ritmistas se chamará Ritmo do Mister, uma reverência a Mister Pelé, figura icônica do Carnaval pelotense que morreu no ano passado.

O presidente da entidade, Adão Barbosa, e o diretor de Divulgação, Ademir Duarte, explicaram que Mister Pelé era um dos símbolos da folia pelotense. Além da própria Empolgação, ele desfilou por todas as entidades carnavalescas do município.

Segunda da noite na passarela do Porto, a banda Cruzmaltense promoveu a festa da integração, levando para a avenida integrantes de diferentes bandas, como da Empolgação, Meta, Dona da Noite e Ambrósio Perret. Uma festa de harmonia que começou às 19h50min e durou mais de uma hora.

Com muita cor e uma animação que contagiou a avenida, o Bloco Integração, Saúde e Educação começou seu desfile às 21h05min. A entidade homenageou a Rede de Cuidados Paliativos - Cuidativa -, da Universidade Federal de Pelotas (UFPel) e emocionou a plateia com alegorias com recados como Sustentabilidade, 100% SUS, Práticas integrativas, Alívio de sofrimento e Voluntários, entre outros temas.
Destaque para o Bonde da Várzea, o criativo alegórico do bloco e para a presença de muitos cadeirantes. Um dos integrantes mais animados foi Rogério Garcia Cabral, 56. Quase imóvel e em uma cama adaptada, ele esbanjou alegria. "Saio há muitos anos. Gosto muito de Carnaval. Amo", disse.

Fãs estavam lá
Mesmo com um público pequeno, nas primeiras horas de desfile neste sábado, quem foi até a passarela estava animado com o recomeço do Carnaval. Fã incontestável da Empolgação, a gerente comercial Janaina Costa, 32, foi com a família especialmente para prestigiar este desfile. "Venho sempre para ver ela passar", disse.

E não é só Janaina que se derrete em elogios a entidade, para a mãe dela, a funcionária pública aposentada Elda Costa, 57, a Empolgação é a melhor banda. Opinião compartilhada pelo marido de Janaina, o consultor técnico Fabrício Mendes, 32, e a irmã dela, a vendedora Aline Costa. Sábado foi o único dia que a família frequentou a passarela, o resto do Carnaval será com os blocos de rua da cidade.

Se tem gente apaixonada pela banda do lado de fora da passarela, dentro da avenida então é só amor para com a entidade. A professora Irone Lemos, 66, desfila pela Empolgação há mais de 15 anos e este é o único dia de folia para ela. "Gosto mesmo, apaixonada. Passarela para mim é só no primeiro dia."

Concurso
A noite foi completada com o desfile dos blocos burlescos, que desfilaram em concurso, a partir das 23h30min. Passaram pela avenida Mafa do Colono, Bafo da Onça, Tesoura da Tiradentes, Bruxa da Várzea e Candinhas da Cerquinha. As entidades serão julgadas pelos quesitos conjunto visual, alegorias e adereços, bateria, animação e evolução.

A premiação será dada em troféus de primeiro, segundo e terceiro lugares aos vencedores, segundo o presidente da Associação de Entidades Carnavalescas de Pelotas (Assecap), Roberto Nunes. Ainda não foram definidos a data, local e horário da cerimônia de premiação.

Antes dos burlescos, a Jacaré da Lagoa foi a última banda carnavalesca na passarela da Doce Folia da Paz.

Festa transferida
Por causa da chuva forte que caiu quase toda a manhã deste domingo, dois desfiles de rua foram cancelados. O bloco do Mapa, que sairia às 12h do cruzamento das ruas 15 de Novembro com Sete de Setembro, só reunirá os foliões no próximo domingo, dia 18, no mesmo local e horário.
Também foi transferido para o dia 18 o bloco Sexta Black. O evento ocorrerá das 12h às 14h, no Largo Edmar Fetter.

Programação
Na segunda (11) na passarela da Doce Folia se apresentarão bloco, bandas e a única escola de samba desta edição, a Academia do Samba.
21h - banda Lobos da Cerca
22h10min - bloco da Paz e clubes sociais
23h20min - banda Entre a Cruz e a Espada
0h40min - Escola de Samba Academia do Samba
1h50min - banda Ki-bandaço
3h - banda Família
4h10min - banda Meta


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados