Repressão

Operação Cela Aberta prende 31 pessoas em Canguçu

Dois menores, armas, dinheiro e drogas também foram apreendidos durante o cumprimento de 97 mandados judiciais

09 de Fevereiro de 2018 - 08h48 Corrigir A + A -

Por: Redação
web@diariopopular.com.br

Além dos presos, a polícia apreendeu celular, drogas, armas e dinheiro. (Foto: Divulgação Polícia Civil)

Além dos presos, a polícia apreendeu celular, drogas, armas e dinheiro. (Foto: Divulgação Polícia Civil)

Atualizada às 12h21min

Na manhã desta sexta-feira (9) a Polícia Civil, por meio da Delegacia de Polícia de Canguçu, deflagrou a Operação Cela Aberta, para combater o tráfico de drogas em Canguçu. Foram cumpridas 97 ordens judiciais, sendo 66 mandados de busca e apreensão e 31 mandados de prisão preventiva. Durante a operação 31 pessoas foram presas e dois adolescentes apreendidos.

Durante o cumprimento dos mandados, uma arma, munições, drogas, dinheiro e celulares foram apreendidos. Segundo a delegada Paula Vieira, a investigação durou aproximadamente 12 meses. “As investigações demonstraram que o tráfico de drogas era comandado, principalmente, do interior do Presídio Estadual de Canguçu”.

No período das investigações, a polícia apreendeu drogas de vários tipos. Ficou constatado que os líderes da associação criminosa mandavam ordens do interior da casa prisional, sendo que os demais comparsas faziam a droga circular no interior do município e para dentro do próprio presídio. Também foram detectadas outras associações para o crime de tráfico.

O delegado Regional de Pelotas, Márcio Steffens, considerou o resultado da operação extremamente positivo. "Através da investigação, pôde-se, portanto, fazer um mapeamento da maior parte da droga que circula em Canguçu", ressaltou o delegado.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados