Lobo

Pelotas anuncia Paulo Porto

Treinador retorna à Boca do Lobo para o lugar do técnico Thiago Gomes

08 de Fevereiro de 2018 - 14h56 Corrigir A + A -

Por: Vinícius Guerreiro
vinicius.guerreiro@diariopopular.com.br

Em 2013, Paulo Porto comandou o Lobo na conquista da Copa Sul-Fronteira em pleno Bento Freitas (Foto: Jô Folha - DP)

Em 2013, Paulo Porto comandou o Lobo na conquista da Copa Sul-Fronteira em pleno Bento Freitas (Foto: Jô Folha - DP)

Treinador retorna ao Pelotas após três anos (Foto: Jô Folha - DP)

Treinador retorna ao Pelotas após três anos (Foto: Jô Folha - DP)

O Pelotas precisou de menos de 24h para acertar com o novo técnico. Paulo Porto está de volta à Boca da Lobo para assumir a vaga deixada por Thiago Gomes, que trocou o Lobo pelo Grêmio. O Lobo fez o anúncio oficial na tarde desta quinta-feira (8) através das redes sociais do clube. O treinador irá se juntar a delegação áureo-cerúlea em Santa Cruz, no sábado, onde a equipe enfrenta o Avenida em mais um jogo-treino.

Aos 66 anos, Paulo Porto chega à Avenida pela terceira vez. Em 2013 levou o Lobo ao título da Tríplice Coroa conquistando a Copa Sul-Fronteira, Supercopa Gaúcha e Recopa Gaúcha. No ano seguinte acabou deixando o comando áureo-cerúleo no meio da competição que culminou no rebaixamento do Pelotas. Retornou em 2015 quando foi vice-campeão da Copa FGF sendo derrotado pelo Lajeadense. Mesmo com as glórias do passado, o novo comandante prioriza o futuro ao falar outra vez como técnico do Lobo.

"As conquistas ficaram para trás, o que motiva é levar o Pelotas para a Primeira Divisão. Mesmo de longe sempre ficava torcendo pelo clube subir. Estou muito motivado, confiante para conquistar esse acesso", afirmou o treinador.

Paulo Porto certificou-se que o Pelotas caminha na direção certa para conquistar o objetivo de retornar a elite do futebol gaúcho. "Tivemos uma longa conversa até acertarmos. O Pelotas vive um outro momento, pessoas que tem a dimensão do tamanho do clube. Não iria se não tivesse visto que a direção está muito afim de subir", disse.

 Unanimidade
O nome do técnico Paulo Porto foi um consenso entre o departamento de futebol, comissão técnica e o presidente Gilmar Schneider. "Fizemos uma análise do mercado, quem estava disponível, cabia dentro do nosso orçamento, quem tinha uma história com o Pelotas e afinidade. O nome do Paulo foi uma unanimidade", afirmou o vice-presidente de futebol Neca Nunes.

Mesmo com a diferença de idade e experiência entre os treinadores, Neca vê Porto e Gomes com uma filosofia de futebol semelhantes. Este foi outro motivo que fez a direção apostar no treinador. "Tem diferenças, mas vários treinamentos são parecidos. Algumas características mudam, o que é normal, mas o que importa é que o conceito de futebol é parecido", afirmou Neca.

Sobre a mudança em meio a pré-temporada, o vice-presidente confessa que não é o melhor para o clube. Ainda mais em um projeto ao longo prazo traçado desde a temporada passada. "Para um projeto ao longo prazo não é ideal. Mas não dá para lamentar, agimos rápido e o objetivo prioritário sempre foi o acesso. O Paulo está muito motivado para participar deste projeto", finalizou.

 


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados