Carnaval

Conclusão da Passarela do Samba deve ocorrer nesta terça-feira

Prefeita Paula Mascarenhas (PSDB) vistoriou na segunda-feira a fase final dos trabalhos no sambódromo

06 de Fevereiro de 2018 - 07h00 Corrigir A + A -
Previsão é de que a vistoria de liberação por parte dos Bombeiros ocorra nesta quarta-feira (Foto: Gustavo Vara)

Previsão é de que a vistoria de liberação por parte dos Bombeiros ocorra nesta quarta-feira (Foto: Gustavo Vara)

Está em processo de finalização a montagem da Passarela do Samba no prolongamento da rua Conde de Porto Alegre, no Porto. Nesta terça-feira (6), deve ser concluída a estrutura. A vistoria dos Bombeiros, para verificar se tudo está de acordo com o Plano de Prevenção Contra Incêndios (PPCI) que consta no projeto, é esperada para esta quarta-feira. Na manhã de segunda-feira, a prefeita Paula Mascarenhas (PSDB), acompanhada por secretários e diretores das secretarias envolvidas, além da Associação de Entidades Carnavalescas de Pelotas (Assecap), esteve no local. “A prefeitura está inserida no Carnaval para colaborar. Temos visto a competência da Assecap e participamos com o envolvimento de diversas secretarias, para que o evento mais tradicional, cultural e popular, que recebe maior volume de recursos do Poder Público, transcorra sem incidentes, com segurança e paz”, garantiu a prefeita.

A passarela possui 250 metros de extensão, laterais para cadeiras, mesas, 19 camarotes para o público e mais quatro destinados à Imprensa, à Corte, à Assecap e às autoridades. O local da dispersão, que era aberto no ano passado, nesta edição será fechado. A iluminação terá 18 postes (dois a mais do que em 2017), com três refletores de 400 watts cada um.

A praça da alimentação funcionará em tendas montadas no final da rua Benjamin Constant. O entorno da passarela contará com dois banheiros em contêineres, com sanitários masculinos, femininos e fraldários. Além destes, haverá mais 15 banheiros químicos à disposição do público e dos foliões.
O diretor da M3 Produções e da Visual, Som, Luz e Estrutura, Reinaldo Marques, informou que o acesso às áreas das cadeiras, mesas e camarotes será mediante identificação (pulseira). Os locais reservados para o público têm capacidade para acomodar cerca de três mil pessoas.

Segurança
O presidente da Assecap, Roberto Martinez Nunes, comentou que foi feito reforço com a segurança privada do evento. No ano passado, 77 homens trabalharam e agora serão cem. “O sucesso do evento só é possível com planejamento e união de todos”, disse Martinez Nunes. “As equipes se envolvem afetivamente.”

Ingressos e camisetas
A Assecap segue com a venda de cadeiras, mesas e camarotes na Banca 56 do Mercado Central, onde também podem ser adquiridas as camisetas do Bloco da Paz, cujo desfile será aberto à participação da comunidade. A Banca 56 está aberta das 14 às 18h diariamente.

contra_pelotas


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados