Estrada

Sobe para dois o número de mortos no acidente na BR-116 no Capão do Leão

O motorista do Peugeot, Jorge Alberto da Silveira, 69 anos, morreu no bloco cirúrgico do PSP

04 de Fevereiro de 2018 - 09h31 Corrigir A + A -

Por: Redação
web@diariopopular.com.br

Os dois ocupantes do veículo morreram em decorrência do acidente. (Foto: Divulgação PRF)

Os dois ocupantes do veículo morreram em decorrência do acidente. (Foto: Divulgação PRF)

Morreu no Pronto-Socorro de Pelotas (PSP) mais uma vítima do acidente que aconteceu na manhã de sexta-feira (2), no quilômetro 532,4, da BR-116, no Capão do Leão, entre um Peugeot prata, com placas de Pelotas e uma ambulância de Arroio Grande. O motorista do carro, Jorge Alberto da Silveira, 69 anos, chegou a ser socorrido pelo resgate da Ecosul, foi encaminhado ao bloco cirúrgico do PSP, mas não resistiu aos ferimentos. O carona do veículo, Flávio Brum da Costa, de 78 anos, morreu no local do acidente.  

Duas pessoas que estavam na ambulância tiveram ferimentos graves. Uma delas já teve alta. A outra foi encaminha ao setor de traumatologia da Santa Casa de Pelotas.

Segundo a ocorrência policial, registrada na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA), pelo que foi apurado no local, o Peugeot teria invadido a pista contrária e colidido na van que trafegava no sentido Pelotas/Arroio Grande. Mas as circunstâncias ainda serão investigada pela Polícia Civil do Capão do Leão.  

O chefe da Delegacia da PRF de Pelotas, Fabiano Góia, lembra que a imprudência dos motoristas é a maior causa de acidentes com mortes nas rodovias federais. Ainda, salienta, que todos condutores devem estar sempre atentos as leis de trânsito evitando assim colocar a sua vida e a dos outros em risco.

 


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados