Trânsito

PRF reforça fiscalização nas rodovias da Região

Feriadão de Iemanjá tem patrulhamento intensificado; um dos focos é a redução de acidentes com mortes

02 de Fevereiro de 2018 - 13h00 Corrigir A + A -

Por: Giulliane Viêgas
giulliane.viegas@diariopopular.com.br

Fluxo. Previsão é de que 150 mil veículos trafeguem pela Zona Sul (Foto: Divulgação - DP)

Fluxo. Previsão é de que 150 mil veículos trafeguem pela Zona Sul (Foto: Divulgação - DP)

O policiamento nas rodovias da Região está reforçado para o feriadão de Navegantes e Iemanjá. Agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) realizam fiscalizações e orientam os condutores que trafegam pelas estradas da Zona Sul. A intenção, segundo o chefe da 7ª Delegacia de Polícia Rodoviária Federal (DPRF), Fabiano Goia, é reduzir os acidentes fatais. “Queríamos que nenhuma colisão ocorresse, mas sabemos que isso é difícil; mas se conseguirmos evitar mortes no trânsito, os resultados serão satisfatórios”, comentou. Na manhã de sexta-feira (2), uma pessoa morreu e três ficaram feridas em acidente no quilômetro 532,4, da BR-116, no Capão do Leão.

No início de 2018, um acidente na BR-471, em Santa Vitória do Palmar, matou oito pessoas. O trecho onde ocorreu a colisão entre um táxi de Porto Alegre e um veículo de passeio não é duplicado. No ano passado, 51 pessoas morreram em acidentes nas estradas da Região Sul. “É um número que nos coloca em alerta e que tem que ser diminuído, por isso, estaremos fazendo muitas ações”, disse o chefe da 7ª DPRF. De acordo com ele, todos os agentes e inclusive os que atuam no setor administrativo tiveram as folgas suspensas e foram escalados para atuar no reforço do patrulhamento.

A expectativa é de que o fluxo aumente 30% em relação ao trânsito normal na Região. A PRF estima que 150 mil motoristas passem pelas rodovias federais no período de 1º a 4 de fevereiro. “Terá uma operação especial em locais estratégicos para coibir o uso de álcool, embriaguez ao volante e excesso de velocidade, e estaremos no combate à criminalidade”, comentou Goia ao lembrar a importância do uso do cinto de segurança. O reforço nas rodovias se estende até o Carnaval, quando a circulação de veículos com destinos a Jaguarão, Cassino e Uruguai é ainda maior.

Serviços
Para atender a este tráfego ampliado, a concessionária que administra as estradas da Zona Sul disponibiliza um efetivo de 220 profissionais e 25 viaturas. O Centro de Controle Operacional da Ecosul monitora os principais trechos da rodovia, através de 12 câmeras de vídeo durante 24 horas. Além de itens de segurança, a concessionária dispõe de seis bases operacionais localizadas nos municípios de Cristal, Pelotas, Turuçu, Arroio Grande, Rio Grande e Canguçu-, em pontos estratégicos, com o objetivo de agilizar ainda mais os atendimentos e proporcionar maior conforto aos usuários.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados