Solidariedade

Santa Casa lança campanha Troco Solidário em parceria com os times de Pelotas

Urnas caracterizadas ficarão expostas nas copas dos clubes Brasil, Farroupilha e Pelotas em dias de jogo

01 de Fevereiro de 2018 - 11h40 Corrigir A + A -

Por: Cíntia Piegas
cintiap@diariopopular.com.br 

Dirigentes e jogadores dos três clubes receberam a camiseta da campanha. (Foto: Théo)

Dirigentes e jogadores dos três clubes receberam a camiseta da campanha. (Foto: Théo)

Quando o assunto é solidariedade em benefício da saúde pública, nada melhor do que pedir a ajuda de uma legião de apaixonados por futebol e suas agremiações. Com uma parceria inédita na região, a Santa Casa de Pelotas lançou na manhã desta quinta-feira (1º) a campanha Troco Solidário e pretende contar com o apoio dos torcedores do Esporte Clube Pelotas, Grêmio Atlético Farroupilha e Grêmio Esportivo Brasil na arrecadação de recursos.

As assinaturas dos contratos de um ano com cada agremiação ocorreu durante a manhã, no salão de honra do hospital. De acordo com o administrador da casa de saúde, Mario Luz, as urnas caracterizadas serão expostas nas copas dos estádios em dias de jogos e, cada torcedores poderá fazer sua contribuição. A arrecadação também poderá ser feita em outros pontos indicados pelos clubes.

Os recursos obtidos com a campanha serão revertidos na aquisição de equipamentos e materiais, como roupa de cama e uniformes para funcionários. Em contra partida, a instituição filantrópica comprometeu-se, durante a vigência do contrato, a realizar palestras, sempre que solicitadas, para as categorias esportivas dos clubes, sobre temas relacionados à saúde e liderança. "Queremos mostrar que a Santa Casa não é do provedor ou do administrador, mas sim da sociedade", argumentou.

Farroupilha
"Sem caridade não há salvação", disse o coronel do Exército e presidente do Grêmio Atlético Farroupilha, Marcus Napoleão. Para ele, o time do Fragata é tradicional na cidade e com expressão social, portanto, quando é acionado para as demandas fará tudo que estiver ao alcance. "Esta é uma boa iniciativa, pois o país vive um momento complexo e a saúde é consequência disso. Temos que somar esforços." Com a camiseta da campanha em mãos, o presidente aproveitou para anunciar a apresentação do novo técnico à tarde, quando também será anunciada a campanha.

Crise na saúde
A crise financeira nos hospitais, com atraso no repasse de recursos, desafia a nova gestão da Santa Casa que resolveu inovar. Entre os itens citados pelo setor administrativo está a manutenção da competitividade nos serviços prestados. A instituição conseguiu ampliar a UTI e vem dialogando com todos os setores sobre a atual situação do hospital. "Os valores repassados para o Sistema Único de Saúde estão defasados há 14 anos e os recursos não pagam as despesas da Santa Casa", disse Mario Luz, sem revelar valores.

Já com as contribuições voluntárias, através de campanhas promovida por 1.107 colaboradores, foi possível adquirir, por exemplo, um carrinho térmico para servir as refeições, além da reforma do refeitório. Hoje a casa de saúde de Pelotas atende 1,5 mil pessoas por dia, serve 1.050 refeições diárias e realiza 88 mil consultas no ano.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados