Troca

Mais um ministro pede demissão em Brasília

Marcos Pereira se afasta do Ministério da Indústrica, Comércio Exterior e Serviços para se dedicar a 'questões pessoais'

03 de Janeiro de 2018 - 16h49 Corrigir A + A -

Agência Brasil

O ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Pereira, entregou carta de demissão a Temer, em reunião no Palácio do Planalto nesta quarta-feira (3). Na carta, Pereira explica que deixa a pasta para se dedicar a questões pessoais e partidárias. O Palácio do Planalto não comentou o pedido de demissão.

Marcos Pereira é presidente licenciado do PRB e pode disputar cargo eletivo na próxima eleição. Mesma situação que motivou o pedido de afastamento de Ronaldo Nogueira (PTB-RS) do Ministério do Trabalho, cargo ainda não reposto pelo governo. 

O secretário-executivo, Marcos Jorge de Lima, irá comandar a pasta da Indústria e Comércio interinamente até que haja uma definição por parte do Palácio do Planalto. Ainda não houve manifestação do governo sobre a saída de Pereira.

No Trabalho, o nome mais cotado era o de Pedro Fernandes (PTB-MA). Fernandes chegou a ser convidado por Temer para assumir a pasta, mas, por ser inimigo de José Sarney (PMDB) no Maranhão, a tendência é que seja pedido ao PTB para indicar outro nome. Na tarde desta quarta, Temer se encontra com o presidente nacional do partido, Roberto Jefferson, para tratar do tema. 


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados