Solidariedade

Gestante precisa de ajuda para salvar a filha

Marciana Balhego necessita de verba para as passagens e para alimentação; ela já tem onde ficar em São Paulo, onde a bebê deve passar por procedimento cirúrgico

01 de Janeiro de 2018 - 19h15 Corrigir A + A -

Por: Redação
web@diariopopular.com.br

Marciana precisa de ajuda para salvar a filha Helena (Foto: Divulgação - DP)

Marciana precisa de ajuda para salvar a filha Helena (Foto: Divulgação - DP)

A dona de casa Marciana Balhego, de 41 anos, precisa de ajuda. Grávida de quase seis meses, ela descobriu no último dia 18 que o bebê tem uma hérnia diafragmática, um problema no diafragma que permite que o conteúdo abdominal chegue à cavidade torácica. A pequena Helena também foi diagnosticada com lábio leporino e encurtamento dos membros superiores. O tratamento é usualmente cirúrgico.

Marciana mora em Pelotas com o marido e um casal de filhos - um menino de quatro anos e uma menina de 16. Ela procurou auxílio médico, mas recebeu a informação de que as chances de sobrevivência após o procedimento na cidade são praticamente nulas. Em Porto Alegre, aumentam para 25%. Em São Paulo, onde ela vai buscar o tratamento, sobem para 75%.

A cirurgia esperada consiste em colocar um balão na garganta do bebê para ajudar a criança a respirar e dar espaço para que os pulmões tenham uma melhor formação. Marciana já tem onde ficar em São Paulo. Ela recebeu a dica da gestante Ana Paula D'Ávila, que também foi motivo de uma reportagem no Diário Popular. A questão para a dona de casa é outra: ela precisa de dinheiro para as passagens e para alimentação, já que não sabe quanto tempo precisará ficar na capital paulista.

O maior problema agora é a pressa. O procedimento precisa ser feito entre as semanas 24 e 28 de gestação. Marciana está exatamente na 24ª, o que faz com que o tempo seja um inimigo. Ela precisa conseguir a verba o quanto antes para viajar com a irmã, Márcia. O marido vai ficar em Pelotas trabalhando e cuidando dos filhos.

Quem puder ajudar Marciana e a pequena Helena pode entrar em contato pelo telefone (53) 98135 5950.

 


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados