Apresentação

Noite de Natal, um canto para expressar a gratidão

Com coro, orquestra e solistas sob a regência do maestro Sergio Sisto, Sociedade Música pela Música faz apresentação com composições eruditas e populares

15 de Dezembro de 2017 - 13h46 Corrigir A + A -

Por: Ana Cláudia Dias
anacl@diariopopular.com.br 

Programa. Coro completo para interpretar canções que evocam o Natal. (Foto: Divulgação)

Programa. Coro completo para interpretar canções que evocam o Natal. (Foto: Divulgação)

Depois de ter passado por momentos difíceis para se manter em atividade neste ano, a Sociedade Pelotense Música pela Música (SPMM) encerra 2017 expressando gratidão, através de um concerto de Natal na Catedral Metropolitana de São Francisco de Paula. A ação ocorre neste domingo (17), às 20h30min.

Com coro, orquestra e solistas sob a regência do maestro Sergio Sisto, a entidade faz apresentação com composições eruditas e populares que evocam a época natalina. “É um programa tradicional de Natal com algumas variações, é um presente que a gente está dando a Pelotas por todo o apoio que recebemos no ano. E ainda estaremos na Catedral, que é um lugar mágico”, diz Sisto.

O concerto terá como solistas João Ferreira Filho (tenor), Márcia Zambrano (mezzo-soprano) e Daniela Moreira (soprano). Além deles, o coro completo da entidade. Uma novidade será a presença da orquestra, com dez instrumentistas, algo pouco visto ultimamente. Com recursos escassos a Sociedade não tem conseguido remunerar os músicos, por este motivo tem trabalhado com grupos de seis ou quatro.

“Dependendo do patrocínio que conseguimos reunimos um número maior de instrumentistas, mas desta vez temos músicos voluntários, que estarão lá por amor à entidade”, diz a vice-presidente, Ana Elisa Kratz.

A orquestra completa da SPMM reúne 30 instrumentistas, mas a última vez que eles foram reunidos foi há mais de dois anos. Para este concerto o maestro contará com violinos, viola, contrabaixo, flauta, violoncelo, trompete e trompa, além do acompanhamento ao teclado, feito pelo próprio Sisto.

Para o programa foram selecionadas 15 composições, entre elas White Christmas, Ave Maria (Gounod), Sanctus (Gounod), Concerto trompete, de Haydn, terceiro movimento, e Jesus alegria dos homens. Com um número reduzido de instrumentistas o desafio é se adaptar. “Os arranjos foram adaptados ao concerto e estão bem bonitos”, fala o maestro.

No azul
Em março a diretoria deu início a diferentes frentes de trabalho na tentativa de evitar que a entidade tivesse que fechar as portas da Fábrica Cultural. A sede, além das atividades e do acervo da SPMM, abriga outros projetos culturais da cidade.

Segundo a diretora, a comunidade se sensibilizou com o problema e tem ajudado. Por sua vez coralistas, músicos e diretores se empenharam em fazer atividades que trouxessem renda. “Queremos agradecer e festejar porque conseguimos fechar este ano no azul. Tem mais gente nos ajudando com valores maiores e a gente tem trabalhado muito. Acho que conseguimos por estarmos em Pelotas e a cidade é muito generosa com a cultura”, fala Ana Elisa.

Lei Rouanet
Um dos projetos para 2018 que aguarda o olhar afetivo da comunidade é o do coro infanto-juvenil. A ação, que se desenvolveu por meio de prêmio da Secretaria de Cultura do município, foi encerrada.

Mas o projeto Canta Criança Feliz poderá ter continuidade por meio da Lei Rouanet, a batalha agora é captar recursos. O objetivo é promover a musicalização dos jovens e dar manutenção do coro já formado. “É importante que pessoas físicas e jurídicas se disponham a destinar parte do Imposto de Renda para o projeto”, argumenta Ana Elisa. O coro começou este ano com 40 crianças e foi finalizado com 32, mas tem vaga para 80 jovens cantores. 

Serviço
O quê: Concerto de Natal da SPMM

Quando: neste domingo (17) , às 20h30min

Onde: Catedral Metropolitana de São Francisco de Paula

Entrada franca


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados