Adiamento

Mudança no calendário é prejudicial ao Lobo

Direção do Pelotas avalia como negativo adiamento do início da Divisão de Acesso

07 de Novembro de 2017 - 14h03 Corrigir A + A -

Por: Vinícius Guerreiro
vinicius.guerreiro@diariopopular.com.br

Ruim. Farias acredita que troca de data não é boa. (Foto: Tales Leal - AI Pelotas)

Ruim. Farias acredita que troca de data não é boa. (Foto: Tales Leal - AI Pelotas)

A Federação Gaúcha de Futebol (FGF) deverá oficializar, nos próximos dias, que a Série A2 do Gauchão iniciará em março. Antes estava prevista para o começo de fevereiro. A alteração é vista como ruim pelo Departamento de Futebol do Pelotas. Com o planejamento traçado e contratações em andamento, os dirigentes irão se reunir para refazer a estratégia.

“Pra nós é ruim. Tínhamos tudo planejado, nos apresentaríamos agora dia 20. Em dezembro faríamos amistosos com os clubes do Gauchão, já que o campeonato está confirmado para o dia 17. Em janeiro vamos ter que fazer amistosos com não relacionados, reservas etc. O nível cai um pouco”, afirmou o diretor executivo do Pelotas, Rafael Farias.

A reunião deverá ocorrer ainda nesta terça-feira (7). Além do prejuízo técnico apontado por Rafael, a mudança de data também poderá prejudicar as negociações de reforços em andamento. Em relação às renovações, Farias acredita que não terão desistências. “Dar pra trás acredito que não. Já que o calendário muda pra todo mundo, mas tem alguns atletas que concorremos com a Primeira Divisão. Aí tem que ser conversado”, disse.

Para Rafael, a tendência é que a comissão técnica tenha pelo menos 60 dias de pré-temporada. É o tempo que julga adequado para a preparação. O Lobo deverá se apresentar em janeiro.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados