Saúde

Zona Sul recebe profissionais do Mais Médicos

Dos 1,4 mil inscritos, 12 atuarão em cidades da Zona Sul; foram contemplados os municípios de Amaral Ferrador, Pedro Osório, Pinheiro Machado, Canguçu, Pelotas e Rio Grande

09 de Outubro de 2017 - 14h22 Corrigir A + A -

Por: Redação
web@diariopopular.com.br

Da região foram contemplados os seguintes municípios: Amaral Ferrador, Pedro Osório e Pinheiro Machado, com um profissional, Canguçu com dois, Pelotas com três e Rio Grande com quatro.  (Foto: Infocenter DP)

Da região foram contemplados os seguintes municípios: Amaral Ferrador, Pedro Osório e Pinheiro Machado, com um profissional, Canguçu com dois, Pelotas com três e Rio Grande com quatro. (Foto: Infocenter DP)

Nesta segunda-feira (9) 153 profissionais brasileiros formados no exterior, do programa Mais Médicos, começam a atuar na atenção básica de 93 municípios do Rio Grande do Sul, sendo 12 deles na Zona Sul. Os médicos fazem parte dos cerca de 1,4 mil brasileiros que aderiram ao último edital do projeto. Com esse reforço, somando também aqueles com diplomas do país, já são 8.316 no programa, o que representa 45,6% do total. No estado do Rio Grande do Sul, 1.138 já atuam pelo Mais Médicos.

Da região foram contemplados os municípios de Amaral Ferrador, Pedro Osório e Pinheiro Machado, com um profissional, Canguçu com dois, Pelotas com três e Rio Grande com quatro.

A prioridade da pasta é ampliar a participação nacional, tornando a iniciativa mais independente e garantindo atendimento à população. O número de brasileiros participantes do Programa Mais Médicos aumentou 44% em menos de um ano.

Essa é a segunda fase do edital. A primeira foi voltada exclusivamente aos profissionais formados no país. Durante o mês de setembro, os novos médicos passaram pelo módulo de acolhimento realizado em Brasília. Participaram de oficinas educacionais sobre temas diversos, como legislação referente ao Sistema Único de Saúde (SUS), protocolos clínicos de atendimento do SUS, língua portuguesa e código de ética médica. Por fim, os intercambistas realizaram uma avaliação de conhecimento, necessária para a aprovação do profissional participante.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados